Voluntariado: Academia da Saúde faz milagre na vida dos idosos - Atitude Tocantins
Voluntariado: Academia da Saúde faz milagre na vida dos idosos
Cidades Destaques Esporte Gurupi (TO) Notícias Saúde

Voluntariado: Academia da Saúde faz milagre na vida dos idosos

O projeto idealizado pela professora de Educação Física, Izaltina Teles de Deus Schmitt, começou com 12 pessoas e agora conta com mais de 220 idosos. “Antes eu usava muleta e quase não conseguir andar e quando eu sentava no banco tinha que pedir alguém para que  pudesse me levantar. Agora mudou, eu levanto, ando para todos os lugares, varro o meu quintal e a muleta o senhor do Bonfim tirou ela de mim”, disse a idosa Alaides Carlos de Moura, 74 anos.

por Wesley Silas


O voluntariado faz milagre nas vidas das pessoas e ajuda a transformar para o bem a sociedade. Um exemplo é o projeto Academia da Saúde que no próximo mês completa um ano servindo idosos, dando-lhes mais expectativa na qualidade de vida e oferecendo-lhes oportunidades de ter convívio social saudável com pessoas da mesma geração, tornando a comunidade ainda melhor e humanizada.

“Estou achando muito bom e graças a Deus a gente não fica ‘encarocoda’ dentro de casa por causa disso aqui, onde fazemos caminhadas e conversamos. É ótimo! Tem uma velhinha gorda que largou a bengala, pois ela não estava quase caminhando”, conta dona Luiza Glória, 79 anos.

Dona Alaides Carlos de Moura, 74 anos.
Dona Alaides Carlos de Moura, 74 anos, feliz da vida com a mudança que teve nos últimos meses. (Foto: Wesley Silas)

A velhinha da bengala que a dona Luiza Glória cita é a Alaides Carlos de Moura, 74 anos, que há quase um ano frequenta a academia. Segundo dona Alaides, ela descobriu o projeto quando  retornava de um Posto de Saúde que fica próximo à academia dos Idoso, na Praça da Bíblia, setor Eldorado.

 “Andando muito devagar e quase não conseguia tirar o pé do chão, dais saiu uma senhora daqui, que foi mandada por Deus, pegou pela minha mão e me trouxe, fez minha inscrição e marcou o dia para eu começar. Eu vim e estou aqui até hoje – antes eu usava muleta e quase não conseguir andar, quando eu sentava no banco tinha que pedir alguém para que eu pudesse levantar. Agora mudou, eu levando, ando para todos os lugares, varro o meu quintal e a muleta – o senhor do Bonfim tirou ela de mim”, relata dona Alaídes. Ela informou ainda que antes tinha pressão, colesterol alto e problemas nas artérias. “Agora já está voltado ao normal e já perdi 12 quilos depois que comecei com as atividades físicas”, relata.

Aferição de pressão.
Aferição de pressão.

A idealizadora do projeto voluntário, professora Izaltina de Deus, lembra que tudo começou no mês de setembro do ano passado com 12 pessoas, cresceu e hoje o projeto que é conduzido por um grupo de voluntários atente 228 pessoas que são atendidas por pessoas ajudam o projeto sem cobrar nada em troca.  

Dona Eva Araújo da Cruz ao lado da professora Izaltina de Deus.
Dona Eva Araújo da Cruz ao lado da professora Izaltina de Deus.

“As pessoas têm mudado o sistema de vida, a qualidade de vida tem melhorado, procurado melhor alimentar e se sentem bem melhor: mais tranquilas e saudáveis. Esperamos que este projeto, Academia da Saúde, possa estar trazendo mais benefícios à comunidade, pois trata-se de um trabalho voluntário, vem quem quiser, e da nossa parte, a gente faz alongamento, promovemos palestras, conscientizamos a maneiro como se deve usar os remédios, aferimos a pressão, acompanhamos as caminhada, a gente bate papo – enquanto um ensina receita de remédio caseiro para o outro. É bem divertido, tanto é que começamos nas segundas e terças e eles pediram que colocassem mais dias e agora atendemos segunda, quarta e sexta, mas eles querem todos os dias”, disse a professora Izaltina de Deus.   

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.