Sobre caso de caminhoneiro | Sesau diz que ponto facultativo não se aplica aos serviços essenciais - Atitude Tocantins
Sobre caso de caminhoneiro | Sesau diz que ponto facultativo não se aplica aos serviços essenciais
Destaques Estado Notícias Saúde

Sobre caso de caminhoneiro | Sesau diz que ponto facultativo não se aplica aos serviços essenciais

A Secretaria de Estado da Saúde manifestou sobre o caso do caminhoneiro que sofreu tentativa de latrocínio e teve que ser conduzido do hospital Regional de Gurupi para fazer cirurgia no Hospital de Paraíso. Familiares da vítima afirmaram que hão havia nenhum cirurgião no HRG no momento que acontecia o jogo da seleção brasileira.

por Wesley Silas


Conforme a nota da Secretaria de Estado da Saúde “mesmo com a determinação de ponto facultativo para os dias de jogos da seleção brasileira, o mesmo não se aplica aos serviços essenciais da saúde, inclusive nos hospitais, que em nenhum momento têm seus serviços prejudicados”.

Justifica que o paciente Jaime Lustosa dos Santos, 65 anos, teria sido transferido para o Hospital de Paraíso do Tocantins onde fez a cirurgia em função de ter dois cirurgiões de plantão e a urgência do atendimento, naquela unidade hospitalar.

Sobre estado de saúde do paciente a Sesau afirmou que ele “segue assistido pela equipe multiprofissional do Hospital Regional de Paraíso e o estado de saúde dele é estável”.

Sobe o caso

Segundo relato de familiares, o caminhoneiro,  Jaime Lustosa dos Santos, 65 anos, tinha sido contratado por duas pessoas um dia antes para fazer uma mudança e quando o caminhão aproximou do posto Mutucão na BR-153, saída para Gurupi, os homens anunciaram o assalto e ainda deram um tido no abdômen da vítima e colocaram no baú do caminhão. Ele chegou a ser encaminhado a Gurupi, mas não foi possível a realização da cirurgia e foi transferido para Paraíso do Tocantins. Um filho do caminhoneiro alegou que o procedimento cirúrgico não aconteceu em Gurupi devido a equipe estar assistindo o jogo da seleção brasileira.

Segue a íntegra da nota:


A Secretaria de Estado da Saúde esclarece que mesmo com a determinação de ponto facultativo para os dias de jogos da seleção brasileira, o mesmo não se aplica aos serviços essenciais da saúde, inclusive nos hospitais, que em nenhum momento têm seus serviços prejudicados.

A cirurgia do referido paciente foi realizada na cidade de Paraíso do Tocantins em função de ter dois cirurgiões de plantão e a urgência do atendimento.

O paciente segue assistido pela equipe multiprofissional do Hospital Regional de Paraíso e o estado de saúde dele é estável.

Palmas 28 de junho de 2018.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *