Saúde faz alerta sobre aumento de número de acidentes com arraias nas férias de Julho - Atitude Tocantins
Saúde faz alerta sobre aumento de número de acidentes com arraias nas férias de Julho
Notícias Saúde

Saúde faz alerta sobre aumento de número de acidentes com arraias nas férias de Julho

Saúde faz alerta sobre aumento de número de acidentes com arraias nas férias de Julho
Avalie esse post

A Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO), por meio da Assessoria de Zoonoses e Animais Peçonhentos, faz um alerta à população no período de alta temporada nas praias tocantinenses. Isso porque o número de acidentes com arraias aumentam significativamente nesta época do ano.

Por Fernanda Veloso

Segundo a assessora de Zoonoses e Animais Peçonhentos da SES, Iza Alencar Sampaio de Oliveira, as arraias são animais peçonhentos que possuem ferrão serrilhado na cauda e quando se sentem ameaçadas ou são pisadas, projetam sua cauda na pele da pessoa causando lesões puntiformes, lacerantes e muitas vezes profundas.

“A entrada do ferrão serrilhado na pele por si só já provoca danos extensos e dolorosos, somando-se a possibilidade de pedaços deste permanecerem na pele, podendo gerar graves acidentes com a presença de dor, sangramento local, bordas do ferimento cianóticas, linfangites, reação ganglionar, abscesso, necrose e infecção secundária”, apontou.

Segundo o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINANNET/SES-TO), no ano de 2017 foram registrados 405 acidentes com arraias e no ano de 2018 o total foi de 422. Cerca de 40% dos casos foram registrados entre os meses de junho e agosto.

A Secretaria de Estado da Saúde alertou ainda que as equipe municipais de vigilância em saúde se mobilizem para realizar ações educativas quanto à prevenção de acidentes nos locais de praias ou onde estes animais costumam ser vistos em seu município, para buscar diminuir o número de pessoas acidentadas.

Atenção

A assessora alerta que toda pessoa acidentada deve buscar imediatamente a unidade de saúde mais próxima. “E como medida de prevenção deve ser recomendado ao andar dentro da água, tatear o caminho com um pedaço de madeira e arrastar os pés no chão cuidadosamente”, finalizou.

Orientação aos municípios

A SES orienta que todos os acidentes por arraias devem ser notificados na Ficha de Notificação de Acidentes por Animais Peçonhentos (CID 10: X29), com o registro do “tipo de acidente” (campo 45) como “outro” (campo 6) e fazer a descrição do animal como “arraias”.

No atendimento do paciente é recomendado uso de anestesia local sem adrenalina, debridamento da ferida, deixar dreno, realização da profilaxia do tétano, uso de antibiótico e/ou anti-inflamatório, e tratamento cirúrgico em caso de abscessos e necrose.

A SES ressalta que será encaminhada uma cópia deste documento para o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Tocantins (COSEMS) e para o Conselho Estadual de Saúde do Tocantins (CES) para conhecimento, socialização e providências.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.