Nota | Prefeitura de Lagoa da Confusão responde denúncias sobre condições de trabalho na coleta de lixo - Atitude Tocantins
Nota | Prefeitura de Lagoa da Confusão responde denúncias sobre condições de trabalho na coleta de lixo
Cidades Destaques Lagoa da Confusão Notícias

Nota | Prefeitura de Lagoa da Confusão responde denúncias sobre condições de trabalho na coleta de lixo

Nota | Prefeitura de Lagoa da Confusão responde denúncias sobre condições de trabalho na coleta de lixo
Avalie esse post

O prefeito de Lagoa da Confusão, Nelsinho Moreira, por meio de sua assessoria afirmou ao Portal Atitude em nota que o município tem melhorado a frota dos caminhões que fazem a coleta de lixo garantiu que “tem cumprido as exigências do Termo de Ajuste de Conduta – TAC firmado com o Ministério Público Estadual –MPE” sobre o aterro sanitário no município.

por Wesley Silas


A nota foi em reposta as denúncias feita pelo ex-servidor da Secretaria de Infraestrutura da Prefeitura de Lagoa da Confusão, José Divino Godoi Ferreira, que foi exonerado após denunciar em um vídeo supostas condições precárias de trabalho sofrida pelos agentes que cuida da limpeza pública no município.

“O município tem investido e melhorado a frota municipal, priorizando a educação e a saúde. O próximo passo será aquisição de um caminhão coletor, pois reconhecemos que o que está sendo utilizado atualmente encontra-se com a sua qualidade comprometida já que com o aumento da cidade e consequentemente das coletas o veículo encontra-se sobre carregado exigindo assim mais revisões”, defendeu a assessoria do prefeito Nelsinho Moreira que justificou a demissão do servidor por ele não ter cumprido com a escala de trabalho. “Repudiamos qualquer tipo de censura ou retaliação política”, justificou a nota.

A Prefeitura negou também as denúncias feita por José Divino Godoi do uso da máquina pública para beneficiar familiares do prefeito. “Sobre as denúncias de uso de equipamentos públicos na fazenda do filho do prefeito informamos que esta situação não procede, bem como a de perseguição política”, disse.

Aterro sanitário

Prefeito Nelsinho Moreira nega denúncias feitas por ex-servidor.

Conforme a justificativa da Prefeitura, ao contrário do que foi mostrada na imagens que visivelmente indicam um lixão, a prefeitura considera que seja um aterro sanitário e que o município “tem cumprido as exigências do Termo de Ajuste de Conduta – TAC firmado com o Ministério Público Estadual -MPE e busca soluções definitivas sobre este problema que se arrasta a anos na cidade”.

Informou que a coleta de lixo em Lagoa da Confusão é feta por 09 garis, destes, 06 estão lotados no município e os outros 03 no assentamento Loroty e que a coleta e feita em um caminhão que trabalha em dois turnos diários e consegue atingir quase 90% do município em um dia de coleta.

“Na varrição de rua são 8 garis que realizam o serviço diário, tanto no centro da cidade quanto nos bairros. O município possui contrato com empresa terceirizada para coleta dos resíduos de saúde, classificados como perigosos, que são insinerados e transportados para local adequado”, informou.


Nota de esclarecimento

Sobre o vídeo que está circulando na cidade a respeito das condições de trabalho dos trabalhadores da limpeza urbana municipal, a Prefeitura de Lagoa da Confusão vem por meio desta nota esclarecer que:

O município tem investido e melhorado a frota municipal, priorizando a educação e a saúde. O próximo passo será aquisição de um caminhão coletor, pois reconhecemos que o que está sendo utilizado atualmente encontra-se com a sua qualidade comprometida já que com o aumento da cidade e consequentemente das coletas o veículo encontra-se sobre carregado exigindo assim mais revisões.

Sobre a denúncia do servidor, esclarecemos que ela foi feita após o mesmo ser informado que seria demitido por não conseguir cumprir com a escala de trabalho.

Repudiamos qualquer tipo de censura ou retaliação política.

Sobre os Equipamentos de Proteção Individual – EPIs -, os mesmos foram adquiridos e entregues aos garis. Sempre os conscientizamos a respeito da importância do uso obrigatório destes equipamentos.

Sobre as denúncias de uso de equipamentos públicos na fazenda do filho do prefeito informamos que esta situação não procede, bem como a de perseguição política.

Sobre o aterro sanitário a Prefeitura de Lagoa da Confusão tem cumprido as exigências do Termo de Ajuste de Conduta – TAC firmado com o Ministério Público Estadual -MPE e busca soluções definitivas sobre este problema que se arrasta a anos na cidade.

Informações:

Atualmente, a coleta de lixo trabalha com 9 garis. Seis estão lotados no município e 3 no assentamento Loroty.

Um caminhão faz a coleta em dois turnos diários e consegue atingir quase 90% do município em um dia de coleta.

Na varrição de rua são 8 garis que realizam o serviço diário, tanto no centro da cidade quanto nos bairros.

O município possui contrato com empresa terceirizada para coleta dos resíduos de saúde, classificados como perigosos, que são insinerados e transportados para local adequado.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *