O problema continua | Advogada reclama da falta de  planejamento na implantação de esgoto no Centro de Gurupi - Atitude Tocantins
O problema continua | Advogada reclama da falta de  planejamento na implantação de esgoto no Centro de Gurupi
Cidades Destaques Gurupi (TO) Notícias

O problema continua | Advogada reclama da falta de  planejamento na implantação de esgoto no Centro de Gurupi

Passados, praticamente, dois meses em que a justiça deu 180 dias para que a Prefeitura de Gurupi promover a devida acessibilidade nas vias públicas da cidade e dois anos após a justiça ter também determinado aos moradores do Centro de Gurupi implantarem acessibilidade nas calçadas com piso tátil para deficientes visuais, por outro lado a BRK implanta o esgoto destruindo o que foi feito e deixa calçamento, praticamente, sem acessibilidade. “É um desrespeito. Essas calçadas foram trocadas recente por imposição do poder público e agora danificam”, disse advogada Drª Juçara Rego Andrade.

por Wesley Silas

Em julho de 2017, ao implantar a rede de esgoto no Centro de Araguaína, a BRK Ambiental executou 65.255,30 metros de calçadas com a supervisão da Prefeitura Municipal de Araguaína dentro das normas com blocos intertravados e centro-guias para garantir a acessibilidade aos deficientes físicos, visuais e idosos. 

Em Gurupi, a situação tem sido completamente diferente e tudo indica que não houve nenhuma negociação para que a empresa oferecesse alguma contrapartida aos problemas que agride a urbanidade em Gurupi. Conforme a advogada Drª Juçara Rego Andrade, os transtornos que a empresa tem causado acontecem sem que haja nenhum comunicado às pessoas impactadas com a obra e sem seguir as normas de acessibilidade na reconstrução do calçamento.

“Ele disse que avisou; mas avisou para quem?”, disse a advogada.

“Após o município ter obrigado muitas pessoas a fazerem calçadas com acessibilidade e com centro-guias. Agora, sem nenhuma notificação, a BRK começa a quebrar tudo em plena segunda-feira pós feriado prolongado”, reclamou a advogada.

“Eles quebraram dos dois lados da Avenida Maranhão, deixando os pedestres sem condições de locomoção neste trajeto. As pessoas estão revoltadas, como um odontólogo que tinha cirurgias marcadas para hoje e a BRK interditou a via sem nenhuma notificação prévia. Algumas calçadas foram feitas com cerâmicas de qualidade que dificilmente vão repor a contento”, completou.

A advogada informou ainda que chegou a ligar no Ministério Público e uma funcionária teria afirmado que “não existe nenhuma reclamação referente a esse assunto” no órgão, apesar da diversas reclamações da sociedade repercutidas nos veículos de comunicação.

Centro de Convenção Mauro Cunha

Segundo a advogada, a obras de esgoto segue na direção do Centro de Convenção Mauro Cunho que deverá também ter o calçamento, recém inaugurado, destruído e dificilmente será recomposto no mesmo padrão. “Devem quebrar inclusive a calçada recém feita do Centro Cultural”, alertou.

Conforme a advogada, Drª Juçara Rego Andrade, o responsável pela obra chegou a informar que teria avisado sobre o fechamento da via.

“Ele disse que avisou; mas avisou para quem? Pedi que ele [representante da BRk] que me apresentasse qualquer notificação e ele respondeu apenas que era coisa rápida sem nenhum transtorno”.

Normas de acessibilidade

Reconstrução de calçadas sem as nomas de acessibilidade.

Conforme já foi noticiado exaustivamente em matérias veiculadas neste Portal de Notícias, um dos muitos problemas que a BRK Ambiental tem deixado nas portas das casas dos gurupienses são a recomposição de calçamento sem as normas de acessibilidade, destruição da pavimentação asfáltica e fala de água devido aos constantes rompimento em tubulações e interdição de ruas e avenidas sem dar publicidade, onde a empresa sempre rebate que tem comunicado a “diversas instituições do município, além de publicação de releases (sugestão de matérias jornalísticas para jornais) e entramos em contato com alguns canais de comunicação do município”, disse o responsável pela Operação da BRK Ambiental em Gurupi, Álem Felipe da Silva em entrevista ao Portal Atitude veiculada há dois meses.

 

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *