Conecte-se Conosco
 

 

Brasil

O que fazer para diminuir o tempo de carregamento do seu site?

Publicado

em

Em tempos de economia digital, ter um site é fundamental para qualquer tipo de negócio. É o site que ajuda a garantir uma boa presença online, especialmente no atual contexto, em que os públicos dos mais variados perfis conhecem uma empresa ou serviço por meio da internet.

No entanto, de nada adianta ter um site se o carregamento dele é lento. Acredite, pois para a maioria dos usuários o mínimo de demora em abrir uma página é um convite para abandonar a navegação.

Nos dias de hoje, em que proporcionar uma excelente experiência do usuário está na ordem do dia quando se fala em empreendimento digital, o tempo de carregamento do seu site é um item que deve receber bastante atenção.

Tempo de carregamento de um site – Saiba como diminuí-lo

O tempo é um bem muito precioso para os usuários. Quando um consumidor acessa um site ele quer receber informação rápida. No caso de uma loja virtual, por exemplo, uma imagem que teima em não abrir significa que você pode deixar de fazer uma venda. Clientes não gostam de lentidão.

Além disso, o Google costuma olhar com maus olhos para sites lentos, o que prejudica muito as técnicas de SEO e o bom posicionamento do seu site nas páginas de resultado.

São vários os fatores que contribuem para que o tempo de carregamento do seu site seja lento. Imagens pesadas e excesso de plugins são alguns deles. Por isso, confira algumas dicas para sanar esse problema e proporcionar uma boa Experiência do Usuário.

Tenha uma boa hospedagem de site

A hospedagem é um recurso básico para o bom desempenho de um site, especialmente para lojas online e sites de notícias com excesso de tráfego.

De uma forma geral, as empresas de hospedagem de site disponibilizam planos robustos, possuem capacidade de melhorar o desempenho e reduzir o tempo de carregamento. Inclusive, as melhores empresas garantem um Uptime de 99,99% que nada mais é do que o tempo que o site fica disponível online.

Reduza o número de plugins

Plataformas como o WordPress são excelentes e trazem uma série de plugins que auxiliam turbinar o seu site. Os plugins são como engrenagens que melhoram várias funcionalidades de um site. Há plugin para facilitar as técnicas de SEO e há plugins especiais para lojas virtuais.

No entanto, por mais que eles sejam úteis, os plugins devem ser utilizados com moderação, pois o excesso deles deixam o seu site pesado. O ideal é utilizar apenas aqueles que são essenciais para o seu projeto.

Use o armazenamento em cache do navegador

Por meio dessa ação, você vai garantir que as informações sejam carregadas de forma antecipada, evitando o processo de carregamento no momento que o visitante acesse o seu site mais de uma vez.

Para poder utilizar o armazenamento em cache do navegador é necessário habilitá-lo em seu servidor ou usar alguma ferramenta especial para esse fim.

Altere a resolução das imagens

Imagine um carro subindo uma ladeira, mas com o bagageiro lotado. É óbvio que a subida vai ser difícil e lenta. No caso de um projeto online, as imagens pesadas são o bagageiro lotado e o seu site é o carro.

Por essa razão, você pode diminuir o peso das imagens. Para isso, há ferramentas bem conhecidas, como o Photoshop e o Imagify Image Optimizer, por exemplo. Por meio deles você tem condições de adequar as imagens em seu site.

Outra dica, nesse caso, é fazer em seu site ou blog apenas o upload de imagens com resolução compatível.

É bom lembrar também que não adianta redimensionar a imagem por meio do recurso HTML. Elas, ainda assim, serão carregadas no seu tamanho normal.

Use tabelas apenas se for necessário

Pois é, as tabelas também deixam o seu site mais pesado, causando mais lentidão para o carregamento dele. O ideal, nesse caso, é utilizá-las apenas quando são essenciais e nunca como um recurso de layout.

Dê preferência para o CSS externo

O CSS tem como principal objetivo ser o alicerce do seu site. Em suma, essa ferramenta permite que ele adquira uma aparência agradável e funcional.

No entanto, não são raros os programadores que inserem o CSS em cada página do site e não em um arquivo externo. A consequência é que, ao acessar cada página do site, o servidor vai ler todas as informações para apenas depois responder ao usuário.

O mais adequado é que para evitar tais problemas o programador utilize um arquivo CSS externo e que as páginas “puxem” as informações deste arquivo.

Com essa possibilidade o navegador vai ler apenas uma vez o arquivo e depois manterá as informações do mesmo no cachê para que quando o usuário for navegar em outras páginas não seja necessário ler o CSS mais uma vez.

Poucos segundos passam rápido, mas para quem navega na internet não é bem assim

As páginas de um site que demoram a carregar não são sinônimas de uma agradável experiência de navegação. A lentidão pode acabar com todos os esforços de marketing e até mesmo impactar no faturamento de um negócio.

Portanto, para sanar esse tipo de empecilho, é fundamental adotar medidas que tornem o seu site mais rápido e acessível. A ordem é eliminar tudo o que não é realmente necessário para o seu projeto web.

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Publicidade
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Facebook

Mais Visto