Injúria racial | Vereador Cesar da Farmácia diz que foi debochado e chamado de “negro analfabeto” - Atitude Tocantins
Injúria racial | Vereador Cesar da Farmácia diz que foi debochado e chamado de “negro analfabeto”
Destaques Eleições Notícias Política Tocantins

Injúria racial | Vereador Cesar da Farmácia diz que foi debochado e chamado de “negro analfabeto”

Em meio a cultura de desconfiança e manipulações criadas pelos políticos, o cidadão não pode tergiversar às questões que ferem a dignidade da pessoa humana como foi o caso da denúncia relatada pelo vereador Cesar da Farmácia (DEM) na Sessão desta terça-feira, 26, em que ele acusa pessoas ocupam cargos [públicos] de o chamarem de “negro analfabeto” em razão dele ter votado a favor da Reforma Administrativa do Poder Executivo Municipal de Gurupi.

por Wesley Silas


O povoamento de Gurupi  surgiu com a chegada de negros nordestinos e nortistas e, em seus registros históricos, há relatos de pessoas que chegaram antes mesmo do fundador da cidade, Benjamim Rodrigues, dentre elas estão as personagens de Benjamim Carvalho da Silva, o “Bião” e Rufino Ciel, parente próximo do vereador Cesario Ciel dos Santos, conhecido como César da Farmácia.

 Contudo, o atual colapso de confiança nos políticos não pode ser confundido por cidadãos fiadores da honestidade que trocam o debate das ideias pelo crime de injúria racial, como aconteceu no caso envolvendo o vereador César da Farmácia, chamado em tom de deboche de “nego analfabeto”.

Vereador César da Farmácia (DEM)

“Sou feliz por ser negro e não foi possível gravar, mas eu fiquei muito entristecido porque eu voto com consciência e fui agredido por pessoas desta maneira […] Eu me senti envergonhado de pessoas que às vezes ocupam cargos e vão para porta do gabinete e ficam denegrindo a nossa imagem. Graças a Deus sou um negro feliz. Graças a Deus, Deus me deu esta cor e sou feliz e se me chamar com esta palavra [negro] com carinho eu aceito, as com deboche, não e é meio complicado”, disse o vereador, conforme mostra o áudio abaixo:

Em seguida o vereador falou sobre as suas limitações como orador e das críticas sobre sua atuação na Câmara de Vereadores, conforme pode ser ouvido no áudio abaixo.  

Caso as denúncias do vereador sejam confirmadas, a narrativa mostra mais um exemplo do ódio visceral com apelos às emoções de eleitores que se cansaram e já não medem as consequências na intenção de mostrar seus ressentimentos nesta nova fase de instituições democráticas abaladas neste jogo sem somas de resultados e do fracasso na disputa e debate entre as ideias.

 

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *