IBAMA | “Temos um ministro do Meio Ambiente que tá botando para quebrar”. Jair Bolsonaro sobre  intervenção estatal no meio ambiente - Atitude Tocantins
IBAMA | “Temos um ministro do Meio Ambiente que tá botando para quebrar”. Jair Bolsonaro sobre  intervenção estatal no meio ambiente
Brasil Destaques Economia Notícias

IBAMA | “Temos um ministro do Meio Ambiente que tá botando para quebrar”. Jair Bolsonaro sobre  intervenção estatal no meio ambiente

O presidente Jair Bolsonaro, defendeu em Palmas o enfraquecimento do modelo estatal e controlador de fiscalização do meio ambiente. A platéia de ruralistas e políticos aplaudiram o presidente. Ele também garantiu que não irá tabelar o preço da carne.  “Aqueles que criticam o homem do campo comprem um pedaço de terra e criem boi e vejam como é”.

por Wesley Silas

“Vocês em grande parte são municípios voltados ao agronegócio. Todos os dias vocês que são do campo têm que produzir 7,5 milhões de toneladas de comidas para alimentar o mundo e o Brasil é um dos poucos países que pode ser o grande celeiro do mundo, mas precisa que não atrapalhem vocês”, disse.

Forma xiita de tratar o meio ambiente

A declaração do presidente Jair Bolsonaro em Palmas, sinalizou o efeito cascata das políticas de governos municipais e estaduais de enfraquecer as políticas ambientais em defesa de uma agenda liberal voltada a reduzir o estado; seguindo assim, o modelo americano que oferece mais liberdade na produção com menos intervenção estatal ao meio ambiente.

“Temos um ministro do Meio Ambiente que tá botando para quebrar e não compactuamos com a forma xiita de tratar o meio ambiente como tinha há pouco tempo. Falei que não quero esta indústria da multa por parte do IBAMA”, disse.

O presidente anunciou ainda que na próxima reunião ministerial irá propor medidas para diminuir as fiscalização e citou o exemplo da Inglaterra.

“Há uns 40 anos a Inglaterra resolveu colocar um freio em seus fiscais e diminuiu o número de multas. Eu vou deliberar na próxima reunião de ministro procedimento parecido e nós temos que dá um voto de confiança a todos que produzem no Brasil e não pode o Estado ficar arrecadando, arrecadando e arrecadando. [O Brasil] é o país que mais arrecada e oferece menos contrapartida de prestação de serviço à sua população. Temos que ter coragem para mudar isso e conto com o apoio do parlamento para aprovar estas medidas”.

Preço da carne

O presidente garantiu que o seu governo não irá intervir no mercado e tabelar o preço da carne no Brasil, decorrente ao aumento das exportações para a China que provocou aumento no preço da carne no Brasil.

“O pessoal está reclamando do preço da carne. A China está comprando e aumentou o preço no Brasil. Ou nós apoiamos o livre mercado ou não! Eu não vou tabelar e isso não deu certo lá atrás. Aqueles que criticam o homem do campo comprem um pedaço de terra e criem boi e vejam como é”, resumiu.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós