Estudantes de Formoso do Araguaia fazem passeio cultural à Capital do Estado como parte da aprendizagem - Atitude Tocantins
Estudantes de Formoso do Araguaia fazem passeio cultural à Capital do Estado como parte da aprendizagem
Cidades Destaques Educação Formoso Notícias

Estudantes de Formoso do Araguaia fazem passeio cultural à Capital do Estado como parte da aprendizagem

A secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, professora Wanessa Zavarese Sechim, recebeu nesta quarta-feira, 14, estudantes do Colégio Estadual Benedito Pereira Bandeira, de Formoso do Araguaia. Os cerca de 50 estudantes estavam acompanhados por professores, coordenadores e da diretora da escola. A visita a Palmas representa a culminância de uma ação do projeto “Fazendo a Diferença”, que beneficia pessoas carentes da comunidade e desenvolve o espírito solidário dos estudantes.


por Abrão de Sousa 

O projeto “Fazendo a diferença”, realizado anualmente, tem o objetivo de implementar a cultura dos estudantes, melhorar o comportamento social e contribuir para a aprendizagem significativa, pois o desenvolvimento das atividades do projeto são dinâmicas e envolve todos os estudantes.

Para a coordenadora do colégio, professora Denise Cirqueira de Lima Silva, o passeio representa a concretização de sonhos além de desenvolver o espírito de solidariedade dos participantes. “Conhecer a Capital representa a concretização do sonho de muitos estudantes. Poder visitar os pontos turísticos e os centros comerciais trará resultado positivo para aprendizagem significativa e contextualizada. O projeto também ajuda a desenvolver o espírito de solidariedade dos estudantes, visto que os alimentos arrecadados na gincana são distribuídos para pessoas carentes da comunidade”, disse.

Kaio André de Castro, estudante da 3ª série do ensino médio, de Formoso do Araguaia - Foto: Marcio VieiraEstudantes e professores de Formoso do Araguaia visitam professora Wanessa Zavarese Sechim - Foto: Marcio VieiraDenise Cirqueira de Lima Silva, coordenadora do Colégio Estadual Benedito Pereira Bandeira, de Formoso do Araguaia - Foto: Marcio VieiraA estudante Déborah Lopes Araujo com a secretária Wanessa Zavarese Sechim - Foto: Marcio VieiraEstudantes do 8º ano, de Formoso do Araguaia com a Secretária de Educação professora Wanessa Zavarese Sechim  - Foto: Marcio VieiraIsabel Ferreira Rocha Lima, diretora do Colégio Estadual Benedito Pereira Bandeira, de Formoso do Araguaia  - Foto: Marcio VieiraProfessora Wanessa Zavarese Sechim recebe livros de estudantes de Formoso do Araguaia  - Foto: Marcio VieiraEstudantes do Colégio Estadual Benedito Pereira Bandeira, de Formoso do Araguaia com livros de autorias próprias  - Foto: Marcio VieiraA estudante Déborah Lopes Araujo entrega à professora Wanessa Zavarese Sechim kit de livros produzidos por estudantes de Formoso do Araguaia  - Foto: Marcio Vieira

Dentre as ações executadas no projeto estão dança, música, recitação de poemas.

Kaio André de Castro, estudante da 3ª série do ensino médio, aponta que com o projeto, há benefícios para muitos da comunidade e também para os estudantes. “Nós aprendemos a ajudar mais ao próximo. A gincana vai além de uma competição. Ela busca desenvolver o espírito de solidariedade entre todos”, comentou.

Além do projeto Fazendo a Diferença, na escola há outras ações que contribuem para a melhoria do ensino e da aprendizagem dos estudantes. Trata-se de leitura e produção de textos realizados pelos estudantes, ao longo do ano. O resultado desse trabalho é a produção de livros que podem ser editados em forma de antologia ou individualmente, a depender do repertório de produção dos estudantes.

No momento da visita ao gabinete, a estudante do 9º ano, Déborah Lopes Araujo entregou um kit de livros escritos pelos estudantes à professora Wanessa Zavarese Sechim e recitou um poema de sua autoria. O texto intitulado “Setor Aliança” representa parte da realidade da comunidade que vive no Setor Aliança, onde a escola é localizada. “Escrevi esse poema tendo como base na realidade onde vivemos. É um setor meio afastado do centro e, às vezes, as pessoas passam por situações discriminatórias. O texto retrata a realidade do setor Aliança”, comentou.

Para Isabel Ferreira Rocha Lima, diretora da unidade escolar, a ação é essencial para contextualizar os estudantes numa sociedade que precisa de mais solidariedade com o próximo. “A aprendizagem adquirida com a realização do projeto é significativa por desenvolver a consciência e afirmar o compromisso que devemos ter com nossos semelhantes. O conhecimento precisa ter mais sentido e ir além da sala de aula”, afirmou.

Perguntas como, “vocês gostam de ler?”, “gostam de matemática?”, “tiveram aula de redação?” foram feitas pela professora Wanessa Zavarese Sechim, como forma de descontrair o diálogo com os estudantes. A partir daí, a conversa fluiu e muitos alunos apontaram que carreira gostariam de seguir. Dentre as profissões apontadas estavam a advocacia, engenharia dentre outras.

Como incentivo aos estudantes, a professora Wanessa Zavarese Sechim, fez apontamentos sobre a melhoria da qualidade da educação para o Estado. “Parabenizo todos vocês pelas ações executas envolvendo leitura e produção de textos. Isso contribui para o alcance do sucesso da escola como um todo. Temos o Exame Nacional do Ensino Médio que avalia habilidades contextualizadas”, concluiu.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *