Conecte-se Conosco

 

Cariri do TO

Máxima de 43ºC | Meteorologista alerta sobre “sensacionalismo” envolvendo alta temperatura e clima seco

Publicado

em

O meteorologista Núcleo Estadual de Meteorologia e Recursos Hídricos (Nemet/RH) da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), José Luiz Cabral, criticou a forma de divulgação da onda de calor com “alerta para risco de morte” para a região sul do Tocantins. “Há muitas notícias sensacionalistas e penso que ninguém no Estado do Tocantins conheça alguém que tenha morrido porque a temperatura chegou a 42ºC”, defende o meteorologista. Ele comentou ainda sobre a previsão de chuvas para a região Sul e Oeste do Tocantins.

por Wesley Silas

O INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) divulgou alertas de baixa umidade na área Sul Tocantinense. Conforme o INMET, a  umidade de ar em Gurupi poderá chegar mínima de 10% na sexta-feira, 09, e sábado 10 com temperatura variando entre 26°C e máxima de 43°C fazendo com que acendesse o alerta laranja que indica situação meteorológica perigosa. A notícia do INMET fez com que muitos jornais regionais e grandes sites nacionais como a CNN publicassem matérias jornalísticas “alertando para risco de morte” devido ao aumento da temperatura e ar seco.

“Há muitas notícias sensacionalistas e penso que ninguém no Estado do Tocantins conheça alguém que tenha morrido porque a temperatura chegou a 42ºC. É uma questão para a gente ver qual o tipo de notícia que estamos ofertando para população. Eu acredito que a recomendação continua a mesma do período de estiagem porque continua seco, com baixo índice de umidade relativa do ar e com as temperaturas elevando um pouco. Isso é óbvio a atmosfera vai ficando mais quente porque não está entrando umidade”, disse o meteorologista José Luiz Cabral.

Segundo o meteorologista, as pessoas devem ter “muito cuidado” com os alardes espalhados em redes sociais devido a não compreensão de termos técnicos da onda de calor publicado pelo Instituto Nacional de Meteorologia.

“A pergunta é: Qual foi o ano que no Tocantins não teve temperaturas elevadas? É isto que eu questiono e este alerta deve servir para as regiões Centro Sul do Brasil, mas para nós do Tocantins e da região norte onde temos muita incidência de raios solares e estamos próximos da linha do equador são coisas que devemos ter cuidado porque a recomendação continua sendo a mesma de evitar atividades nas horas mais quentes do dia porque a umidade relativa continua muito baixa que associada ao calor pode trazer a um stress. Por isso precisamos nos manter bastante hidratados, mas no meu entender nada que seja de alta excepcionalidade”, explica.

Previsão para chuva

Conforme o meteorologista, as chuvas deverão acontecer de forma isolada a partir da próxima semana.

“O fato é que continua quente e vai ser uma semana que continua seca e estamos prevendo que não haverá índices pluviométricos significativos, tão pouco que a humidade venha melhorar. Então continua quente e seco. Mudanças estão prevista a partir de domingo ou segunda-feira quando poderá entrar uma umidade que associada com este calorão poderá provocar pancadas de chuvas bem localizadas, principalmente na região Oeste  e sul do Tocantins”, disse.

Recomendações do INMET:

Lembrando que a Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta que o índice de umidade ideal, que não causa danos ao ser humano, deve variar entre 50% e 80%. É por isso que, quando os níveis estão entre 20% e 30%, as regiões entram em estado de atenção. Veja abaixo algumas recomendações:

– Pratique atividades físicas antes das 10:00h e após às 17:00h;

– Prefira refeições leves, adicionando ao cardápio frutas e verduras;

– Quando houver sol, utilize guarda-chuva ou sombrinha para se proteger dos raios solares;

– Mantenha-se hidratado, beba bastante líquido, principalmente crianças e idosos;

– Evite bebidas diuréticas (café e bebidas alcóolicas);

– Hidrate a pele e umidifique o ambiente;

– Se necessário lave, o nariz com soro fisiológico;

– Use roupas leves.

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Publicidade
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *