Gurupi (TO)

Para descrever as belezas de Gurupi e de seu povo amigo e hospitaleiro inspiro em um poema de Vinicius de Morais que retrata a amizade dizendo: “não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimento, basta ter coração”. Cidade que surgiu, segundo os nossos antepassados, das trilhas formadas nos gerais do Norte/Goiano onde predominava as matas virgens à esquerda do poente que hoje são denominadas Mata de Gurupi e, à direita, caracterizava grande pastagem naturais e que serviam como habitat natural de animais e pássaros silvestres e trilhas de aventureiros como Simão e Crispim Ribeiro que passou por aqui na década de 1940, abriu caminho para outros desbravadores, onde predominavam os garimpeiros seduzidos pela febre do cristal – minério de alto valor financeiro, encontrado com facilidade nas regiões de Cristalândia, Dueré e Formoso do Araguaia e hoje, aos 56 aos de emancipação vive uma nova fase de desenvolvimento e esperança de futuro, situada no coração da logística brasileira Brasil, ou seja, no cruzamento da BR-156 com a BR 242 e ainda favorecida com a ferrovia Norte-sul e, no futuro próximo, com a ferrovia Leste Oeste.

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.