Tocantins é segundo Estado em que mais mata com facas - Atitude Tocantins
Tocantins é segundo Estado em que mais mata com facas
Cidades Destaques Estado Notícias Polícia

Tocantins é segundo Estado em que mais mata com facas

Tocantins é segundo Estado em que mais mata com facas
5 (100%) 1 vote

O levantamento feito pela Folha de São Paulo aponta números surpreendentes ao mostrar que as mortes com armas brancas.  Mostra que Estados que tem em suas tradições o uso de faca, como o Nordeste com a famosa peixeira na terra de Virgolino Lampeão  e no sul, meio do entrevero  Gaúcho, sempre tem alguém com uma faca gaúcha acompanhada de uma chaira na guaiaca (cinta).

Faca 1Dados do Mapa da Violência 2015, no sul, o Rio Grande do Sul (15,3%) e os estados do Nordeste, como Paraíba (10,1%), Bahia (11,5%), Ceará (12,9%) estão abaixo da média nacional.  

O Mapa da Violência aponta que os Estados da região Norte e Centro Oeste possuem o maior percentual de homicídio com facas.

O Amapá teve o maior número de armas brancas nos homicídios (46,6%) e, em seguida aparece o Tocantins (41,2%) e Acre (32,8).

faca
Infográfico: Arte/Folhapress

O levantamento do Mapa da Violência aponta que no País a media de pessoas mortas com o uso da faca é de 15,8%. O Rio de Janeiro é o Estado que teve o menor percentual de homicídios com faca que se limitou a 5,2%, seguido por Alagoas 8,3%. Um caso que fez com que a Câmara dos Deputados desarquivar um Projeto de Lei de 2004 que visa proibir o porte de armas brancas nas ruas das cidades.

São dados que colocam em xeque as investigações sobre a morte médico Jaime Gold, 57 anos, esfaqueado no último dia 19 na lagoa Rodrigo de Freitas, na zona Sul do Rio de Janeiro.

No entanto, dados da Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro, apesar de as proporções de homicídio com faca continua baixa, a pasta aponta que de janeiro a abril deste ano foram registrados 1.488 mortes, 4,8% com armas brancas.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *