Respirar mais pela boca do que pelo nariz é prejudicial à saúde, alerta médico otorrinolaringologista - Atitude Tocantins
Respirar mais pela boca do que pelo nariz é prejudicial à saúde, alerta médico otorrinolaringologista
Cidades Destaques Notícias Saúde Saúde

Respirar mais pela boca do que pelo nariz é prejudicial à saúde, alerta médico otorrinolaringologista

Respirar mais pela boca do que pelo nariz é prejudicial à saúde, alerta médico otorrinolaringologista
Avalie esse post

O hábito pode causar alteração nos dentes, no posicionamento dos lábios, língua e cabeça. “A obstrução é causada mais frequentemente por amígdalas e adenóides maiores do que o normal, nas crianças, e pólipos nasais, desvio de septo nasal e hipertrofia de cornetos nos adultos”, alertou o médico otorrinolaringologista Daniel Nunes.

por Redação

Considerada por muitos como uma prática inofensiva, respirar pela boca, ao invés do nariz, carrega perigos escondidos, principalmente para crianças em fase de crescimento. O problema, que nem sempre é notado pelos pais, é responsável por uma série de malefícios ao organismo, e sequelas a longo prazo.

 

A Síndrome da Respiração Bucal (SRB) afeta cerca de 30% das crianças em idade pré-escolar e leva os pequeninos a terem noites mal dormidas, acarretando em baixo desempenho escolar, problemas na postura e crescimento, dificuldade de deglutição, mastigação e oclusão. A SRB também aumenta a chance de desenvolver infecções respiratórias.

A Síndrome da Respiração Bucal (SRB) afeta cerca de 30% das crianças em idade pré-escolar

O médico otorrinolaringologista Daniel Nunes explica que a síndrome é geralmente causada por vias respiratórias obstruídas, que dificultam a passagem do ar.

“A obstrução é causada mais frequentemente por amígdalas e adenóides maiores do que o normal, nas crianças, e pólipos nasais, desvio de septo nasal e hipertrofia de cornetos nos adultos”, alertou o médico.

Mas nem todas as causas da síndrome são motivadas por mudanças no organismo. Ela pode surgir apenas com o hábito de respirar pela boca. Pessoas ansiosas e estressadas são mais propensas a adotar essa prática.

Adenóide, a causa mais comum

A adenóide é um conjunto de tecido linfático, semelhante aos gânglios, responsável pela defesa do corpo contra microorganismos. Elas estão localizadas na transição entre o nariz e a garganta e é por essa região que passa o ar da respiração.

“Todas as crianças têm adenóides. Quando estão muito grandes, impedem a passagem de ar, causando obstrução nasal, roncos, respiração bucal e infecções como sinusites e otites e até apnéia do sono”, informa Dr. Daniel.

Malefícios

Respirar pela boca não coloca a vida da pessoa em risco, mas, com o passar dos anos, o hábito pode causar alteração nos dentes, que se projetam para frente; mudança no posicionamento dos lábios, língua e cabeça; o céu da boca fica mais alto, causando o alongamento do rosto. E tem-se um nome para isso: face adenoideana.

Existe ainda o risco aumentado para infecções como gripes, resfriados ou sinusites, já que o ar não está sendo filtrado pelo nariz.

Sintomas

Crianças com SRB tem o costume de ficar com a boca aberta por tempo prolongado, inclusive ao dormir. Roncam com facilidade, babam durante o sono e sentem mais dificuldade na hora de se alimentar.

Tratamento

Quando o diagnóstico é feito logo no início, os riscos de sequelas são menores. Os pais são capazes de notar a respiração bucal já nos primeiros anos de vida.

O tratamento costuma ser feito por especialistas: pediatra, otorrinolaringologista, alergista, fonoaudiólogo e ortodentista. Em alguns casos é necessário fazer a adenoidectomia, que seria a curetagem das adenoides.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *