PV de Gurupi caminha para formação de novo grupo, apesar de estar com prazo de validade expirado - Atitude Tocantins
PV de Gurupi caminha para formação de novo grupo, apesar de estar com prazo de validade expirado
Eleições Política Tocantins

PV de Gurupi caminha para formação de novo grupo, apesar de estar com prazo de validade expirado

PV de Gurupi caminha para formação de novo grupo, apesar de estar com prazo de validade expirado
Avalie esse post

O PV de Gurupi foi o primeiro partido que recebeu o governador Mauro Carlesse (DEM) como filiado e, desde então o partido passou a ser liderado pelo ex-vereador Jonas Barros, que deverá deixar de ser verde, diante aos novos rumos que sigla vem tomando desde o início de 2018 e seguirá com novas estratégias para participar do processo eleitoral de 2020 – com um grupo liderado pelo agrônomo Pedro Dias que, provavelmente deverá ter o seu nome lançado como candidato a prefeito de Gurupi.

por Wesley Silas

As eleições de 2018 foi um divisor de águas no PV de Gurupi que vinha sendo liderado pelo ex-vereador Jonas Barros (PV) e passou, conforme ele próprio disse na época, por uma “intervenção branca” depois que a cúpula do partido em Palmas ter passado do domínio da sigla para o ex-petista Pedro Dias e optou em apoiar o grupo do ex-governador Marcelo Miranda (MDB) e sua esposa Dulce Miranda (MDB), enquanto Jonas seguiu no grupo do prefeito Laurez Moreira.

No entanto, desde de 01 de fevereiro de 2.018, o Partido Verde (PV) de Gurupi,  está com o prazo de validade expirado devido o diretório estadual do partido, de olho nas eleições de 2.018, não renovou a executiva do partido em Gurupi e, desde então o PV encontra-se sem Diretoria que deverá ser anunciada, mas nos bastidores tudo indica que deverá repetir o exemplo do MDB depois que o jovem Walter Júnior onde lideranças tradicionais da siglas foram substituídas por pessoas ligadas a Walter Junior. No caso PV, apesar de ser um partido de menor tradição, resta saber se o novo grupo encabeçado pelo ex-candidato a deputado estadual Pedro Dias terá condições de conciliar e manter no grupo nomes como o dos ex-presidentes Jonas Barros e Deusdeth Júnior e membros da antiga diretoria, dentre eles Sólon David, Maria Leonesa e o empresário Arimar Linhares.

“Não sei como o PV de Gurupi vai caminhar nas eleições de 2.020. Eu sou um aliado do prefeito Laurez e a princípio não tenho pretensão de deixar a sigla até porque a minha filiação é histórica, tenho a pretensão de participar do processo eleitoral do ano que vem, mas no grupo do prefeito. Se o PV tiver a intenção de carreira solo deixarei a sigla e filiarei em um partido da base do Laurez Moreira”, disse Jonas Barros.

Mudança no jogo

Contudo, Pedro Dias, apesar da baixa votação de 2018 tem articulado nos bastidores novas filiações e mostrado intenção de disputar o Paço Municipal em 2020, ou ser protagonista no processo e, quem sabe emplacando uma vice-candidatura a prefeito e buscar eleger vereadores numa eleição que será diferente das anteriores devido as mudanças das regras.

Novas regas

Entre as novas regras estão o fim das coligações proporcionais (os partidos não poderão coligar) e ampliação do número de candidatos por partidos, onde cada partido terá que mostrar força por contar apenas com seu próprios votos.   Outra mudança importante é que cada partido poderá lançar até 150% do número de vagas (em Gurupi existem 13) existentes na Câmara Municipal, deste montante 30% das vagas terão que ser ocupadas por mulheres. A regra está prevista no artigo 10, parágrafo 3º da Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições).

Como foi escrito anteriormente neste Portal de Notícias, volto a relembrar a sabedoria japonesa, quando diz que para disputar uma eleição com chances de vitória o candidato ou partido terá que ter os “três ban”:  Jiban (influência classista e base eleitoral), Kanban (nome forte com o eleitor) e Kaban (muito dinheiro).

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.