Professora e vereadora diz que foi expulsa de sala de aula a mando da prefeita de Caseara - Atitude Tocantins
Professora e vereadora diz que foi expulsa de sala de aula a mando da prefeita de Caseara
Destaques Educação Notícias Política Tocantins

Professora e vereadora diz que foi expulsa de sala de aula a mando da prefeita de Caseara

Professora e vereadora diz que foi expulsa de sala de aula a mando da prefeita de Caseara
Avalie esse post

Conforme relatos da professora e vereadora, Josely Pereira do Nascimento Moreira, ela foi ameaçada de morte pelo presidente da Câmara Municipal de Caseara, José Bonfim Batista Costa, e agora está sendo perseguida como professora da rede municipal de ensino a mando do vereador José Bonfim pela prefeita da cidade, Ildislene Bernardo da Silva Santana. “Eles estão misturando a política com o meu profissionalismo e sou concursa há uns 13 anos e trabalho na educação há quase 20 anos e nunca havia me acontecido isso”, disse a vereadora. 

por Wesley Silas


O caso da Josely Pereira do Nascimento Moreira envolvendo o seu colega José Bonfim Batista Costa, já extrapolou a linha da civilidade e se transformou em caso de polícia que merece ser melhor acompanhando pelo Ministério Público Estadual.

A professora e vereadora Josely Pereira do Nascimento Moreira disse que por três anos ela trabalhou na Escola Branca de Neve, mas em 2017, quando a prefeita Ildislene Bernardo da Silva Santana foi eleita, ela foi transferência para a escola Municipal Atisteu Camargo na qual ela teria problema com a diretora, depois por intervenção do Ministério Público o município a retornou para a escola Branca de Neve, mas como a diretora é esposa do vereador  José Bonfim Batista, com quem ela teve problemas na Câmara Municipal, ela foi transferida novamente para a Escola Municipal Atisteu Camargo que tem como diretora Nilvanete Paiva Pinto.

“Hoje não foi fácil no trabalho”, disse a professora.

“Hoje não foi fácil no trabalho. Após minha transferência de escola sem portaria fui trabalhar normal e ao entrar em sala de aula fui surpreendida pela diretora da escola que entrou em minha sala sem bater na porta e após minha solicitação para não bater na porta, tive outra surpresa: a mesma chutou o pé na porta e disse de forma grosseira e agressiva na frente dos alunos que: ‘aqui quem manda sou eu, eu sou a diretora’.  Depois disso eu entrei em pânico e chamei a supervisão, alguém da secretaria municipal e também a Polícia Militar, mas apenas um Boletim de Ocorrência foi feito. A supervisão ouviu os relatos dos alunos, mas não houve registro dos fatos na sala. Fui parar no hospital com pressão arterial elevada e muita cefaléia. Isso e prova viva de perseguição política”, disse a vereadora Josely Pereira do Nascimento ao Portal Atitude.

A reportagem do Portal Atitude não conseguiu contado da prefeita de Caseara, assim como não conseguiu também o contato do vereador José Bonfim Batista Costa, mas reserva o espaço para manifestação. 

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *