Pré-candidato a prefeito de Gurupi, Luis Cláudio, comenta sobre o impacto da pandemia na pré-campanha - Atitude Tocantins
Pré-candidato a prefeito de Gurupi, Luis Cláudio, comenta sobre o impacto da pandemia na pré-campanha
Eleições Política Tocantins

Pré-candidato a prefeito de Gurupi, Luis Cláudio, comenta sobre o impacto da pandemia na pré-campanha

Nos próximos dias o Portal Atitude levará opiniões dos pré-candidatos a prefeito de Gurupi com foco no impacto da Covid-19 nas eleições, desafio de levar suas mensagens em momento de distanciamento social com medidas de prevenção. O primeiro a manifestar é o advogado Luis Claudio Barbosa (PV). Ele defende a redução do número de candidatos e acredita que “a saúde deve vir, sempre, em primeiro lugar”.

por Wesley Silas

Diante ao atual cenário da Pandemia, a tendência é aumentar as abstenções nas urnas e para recuperar esta previsível perda, os pré-candidatos terão que reinventar o modo de fazer política, como nunca antes aconteceu.

“Infelizmente, por causa da pandemia, ficamos todos nós, pré-candidatos a prefeito, impossibilitados de fazer uma pré-campanha mais atuante e na base do corpo a corpo e olho no olho. Em virtude disso, temos recorrido às redes sociais, e aos parentes e amigos, para poder fazer chegar aos eleitores o nosso desejo de candidatura. É claro que as propostas ficam mais superficiais. Porém, essa dificuldade é comum a todos os pretensos candidatos”, considera o candidato do PV, Luis Cláudio Barbosa.

Para Barbosa, antes de colocar a campanha na rua o pré-candidato deve levar em conta a segurança dele, dos seus seguidores e do eleitor em geral.

“Entendemos que a saúde deve vir, sempre, em primeiro lugar, ainda que isso venha acompanhada de algum tipo de prejuízo eleitoral”.

Luiz Cláudio considera que o momento é de afunilamento das chapas majoritárias, defende o valor do PV devido a sua história, os pré-candidatos a vereador e o peso político da sigla que podem pesar ao seu favor.

“Não fazemos exigências, nem imposições. Contudo, não abriremos mão da força política do nosso partido e de seus filiados. Temos 10 pré-candidatos a vereador, com todos os nomes bem competitivos, além de termos 2 deputados na assembleia legislativa do estado. Isso demonstra que o PV pode ser, sim, o fiel da balança nessas eleições. Mas, lembrando, que todas essas articulações ainda deverão passar pela convenção do partido, que é soberana em suas decisões”.

No raciocínio de Barbosa, as convenções partidárias em Gurupi poderão homologar, ao menos, 05 chapas majoritárias no pleito deste ano.

“Todas elas contemplando as mais diversas ideologias. Ou seja, nomes e propostas para todos os gostos. Tomara que o eleitor de Gurupi, consciente das dificuldades e do momento difícil pelos quais estamos passando, saiba escolher os nomes certos, e que essa escolha recaia, principalmente, nos candidatos do Partido Verde. Pode escrever: O Partido Verde vai estar preparado, e maduro, quando novembro chegar”, defendeu Luis Barbosa.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *