Polícia Civil prende grupo criminoso suspeito de tráfico de drogas - Atitude Tocantins
Polícia Civil prende grupo criminoso suspeito de tráfico de drogas
Destaques Notícias Polícia

Polícia Civil prende grupo criminoso suspeito de tráfico de drogas

A Operação Gran desencadeada pela Delegacia Especializada em Investigação Criminal (Deic/Sul) de Gurupi prendeu um grupo criminosos especializado no tráfico de drogas e que agia em algumas cidades do Tocantins. Os suspeitos foram presos na manhã desta quinta-feira (11). O delegado Rafael Falcão, em entrevista ao Portal Atitude, contou detalhes da operação.

Da Redação

Segundo a Polícia Civil, a Operação Gran apura o tráfico de drogas e associação para o tráfico em Gurupi e região. Durante a operação, foram cumpridos 12 mandados de prisão, sendo dois em Figueirópolis, quatro em Fátima, quatro em Gurupi e dois reclusos do sistema penitenciário tocantinense. A Operação contou com o apoio do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE), da DEIC, Núcleo de Porto Nacional, e da 1º Delegacia de Polícia Civil de Gurupi (1º DPC) e Delegacia Especializada na Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA) de Gurupi.

Segundo o delegado titular da DEIC Sul, Rafael Fortes Falcão, as investigações foram iniciadas em abril de 2018 e conseguiram identificar núcleos de traficantes, que estavam associados entre si para facilitar a distribuição e venda de entorpecentes nas referidas cidades.

Além do cumprimento de mandados de prisão, um dos investigados foi preso em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, após ser flagrado com uma arma calibre 22LR e comprimidos de ecstasy.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *