Polícia Civil investiga servidores do Naturatins suspeitos em possível esquema de corrupção - Atitude Tocantins
Polícia Civil investiga servidores do Naturatins suspeitos em possível esquema de corrupção
Destaques Polícia

Polícia Civil investiga servidores do Naturatins suspeitos em possível esquema de corrupção

Estão sendo cumpridos seis mandados de busca e apreensão e três de prisão referentes a uma investigação sobre um possível esquema de corrupção dentro do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins). A operação foi deflagrada nas cidades de Palmas, Gurupi e Novo Acordo.

da redação

Na manhã desta sexta-feira, 24, a Polícia Civil do Tocantins, por meio da Divisão Especializada de Repressão à Corrupção (DECOR – Palmas), vinculado à Diretoria de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO) da Secretaria da Segurança Pública.

Segundo o delegado responsável, Gilberto Augusto Oliveira Silva, a suspeita é que alguns servidores do referido órgão estariam cobrando propina para retirar multas ambientais. “Em um dos casos, foi cobrado um valor de R$ 200 mil em propina para fazer desaparecer uma multa de R$ 1.525.000,00”, explicou.

As investigações continuam em andamento para aprofundar quantos casos de corrupção nesse estilo podem ter ocorrido dentro do Naturatins. A operação conta com o apoio da 1ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DEIC – Palmas), da 1ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP – Palmas) e da Divisão Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC).

As pessoas presas foram encaminhadas para a Casa de Prisão Provisória de Palmas e encontram-se à disposição da Justiça.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *