Parto | Familiares de grávidas reclamam falta de obstetras no Hospital Regional de Gurupi - Atitude Tocantins
Parto | Familiares de grávidas reclamam falta de obstetras no Hospital Regional de Gurupi
Destaques Estado Mulher Notícias Região Sul Saúde

Parto | Familiares de grávidas reclamam falta de obstetras no Hospital Regional de Gurupi

Avalie esse post

Por falta de obstetras no Hospital Regional de Gurupi, grávidas estão buscando hospitais municipais como em Peixe que não tem estrutura para receber a grande demanda dos hospitais Regional de Gurupi e de Alvorada. Em nota a Secretaria de Saúde diz que dispõe de nove médicos obstetras em Gurupi e, caso aumente a demanda, as grávidas poderão ser transferidas para hospitais de Palmas.

por Wesley Silas


“Por favor publica o descaso que está acontecendo no Hospital Materno Infantil, pois há três dias estão sem obstetra. Não estão atendendo grávidas quem está fazendo parto normal são enfermeiros . Faça alguma coisa por nós grávidas por favor”, disse Celleste Gomes Araújo.

Segundo uma servidora do hospital municipal de Peixe algumas grávidas têm feito contato com a unidade para fazer parto, mas não são atendidas devido a grande demanda que envolve 17 cidades da região sul do Tocantins.

“Pessoas de Alvorada e Gurupi tem pedido para vir ganhar neném em Peixe. Nesta semana já tivemos pedidos de Sucupira e Formoso porque Gurupi não está fazendo parto. Somos a única cidade do sul que faz, em hospital municipal, com recursos próprios e não damos condições de atender a população vizinha”, disse a servidora.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Ses-TO), “o Hospital Regional de Gurupi possuiu 9 médicos obstetras e vem buscando novos profissionais para completar a escala de plantões. Ressalta ainda que tem negociado plantões extras com os médicos da Unidade e que o coordenador da obstetrícia está dando todo o suporte necessário as pacientes”.

A Ses informou ainda que, caso o Hospital Regional de Gurupi não tenha condições de atender, as grávidas poderão ser transferidas para hospitais de Palmas.

“A Ses tranquiliza a população de que existem médicos no Estado para atender a demanda local e ressalta que, caso necessário, as pacientes grávidas serão transferidas para o Hospital Materno Infantil Tia Dedé e em casos de alta complexidade para o Hospital Maternidade Dona Regina”, informou.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *