OAB/TO cobra informações do Governo sobre remoção de delegados - Atitude Tocantins
OAB/TO cobra informações do Governo sobre remoção de delegados
Destaques Estado Notícias

OAB/TO cobra informações do Governo sobre remoção de delegados

OAB/TO cobra informações do Governo sobre remoção de delegados
Avalie esse post

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Tocantins divulgou uma nota cobrando informações do Governo do Estado sobre o remanejamento de delegados feito pela Secretaria de Segurança Pública. Os atos de remoção foram publicados no Diário Oficial do Estado de ontem, 6, e assinados pelo governador Mauro Carlesse.

Da Redação

Segundo a OAB, o ato administrativo da Secretaria de Segurança Pública do Estado determinando a remoção de delegados aconteceu dias depois da Polícia Civil ter realizado uma operação de combate à corrupção em obras de pavimentação asfáltica do Estado realizadas nas cidades de Palmas e Alvorada.

Durante a operação uma pessoa foi presa. No mesmo dia da operação, o Governo do Estado também exonerou do cargo de diretor de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado no Tocantins, o delegado Evaldo de Oliveira Gomes.

“Exercendo a atuação de guardiã de preceitos constitucionais, a Ordem dos Advogados do Brasil requer informações do Governo do Estado sobre os motivos da remoção de delegados que atuam no combate à corrupção no Tocantins. O fato dessa mudança estrutural na Secretaria de Segurança Pública ocorrer justamente dias após a realização de uma operação importante que tenta desvendar esquema de corrupção em obras do Estado deve ser visto com cautela e necessita de motivação e esclarecimentos à sociedade”, Destacou Gedeon Pitaluga.

 

 

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *