“Não temos o direito de manipular dados”, diz Adailton Fonseca em resposta a crítica do prefeito Laurez - Atitude Tocantins
“Não temos o direito de manipular dados”, diz Adailton Fonseca em resposta a crítica do prefeito Laurez
Destaques Eleições Notícias Política Tocantins

“Não temos o direito de manipular dados”, diz Adailton Fonseca em resposta a crítica do prefeito Laurez

“Não temos o direito de manipular dados”, diz Adailton Fonseca em resposta a crítica do prefeito Laurez
5 (100%) 2 votes

O respeito ao contraditório e da ampla defesa no jornalismo é um dos princípios seguido na redação do Portal Atitude. Após ser criticado pelo prefeito Laurez Moreira, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Gurupi (ACIG), Adailton Fonseca, avaliou as críticas recebida do prefeito Laurez, conforme foi publicada neste Portal de Notícias. “Temos sim a obrigação institucional de alertar as autoridades e a sociedade, para os números negativos da nossa cidade em relação a perda de emprego, com dados oficiais do Caged e amplamente divulgados, onde fomos a única cidade do Estado”, disse.

por Wesley Silas


O saldo negativo do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), e críticas a queda do números de alunos matriculados no Centro Universitário Unirg, por Adailton Fonseca, foi rebatido pelo prefeito de Gurupi, Laurez Moreira (PSB), durante a cerimônia de entrega da área de uma empresa no dia 02 de junho.

“A Associação Comercial e Industrial de Gurupi, não tem objetivos políticos, é uma Entidade que representa uma grande parcela da nossa economia, temos a preocupação com o desenvolvimento econômico e social de nossa cidade e região, não podemos deixar de cumprir nossa função institucional, nossa atuação não pode ser prejudicada por discursos e interesses políticos eleitorais e muito menos por ataques pessoais desprovidos de qualquer sentido. Manteremos a postura proativa, ética e crítica, buscando elevar o nível das discussões, de forma a contribuir na promoção do crescimento econômico e social de Gurupi”. Disse Adailton Fonseca por meio de uma nota.

Em seguida completou: “Na condição de presidente da Associação Comercial e Industrial de Gurupi, temos a preocupação de acompanhar a atividade econômica, não temos o direito de manipular dados, temos sim a obrigação institucional de alertar as autoridades e a sociedade, para os números negativos da nossa cidade em relação a perda de emprego, com dados oficiais do Caged e amplamente divulgados, onde fomos a única cidade do Estado, acima de 30 mil habitantes, que perdeu postos de trabalho no mês de abril, exatamente  uma redução de 131 empregos em relação a março, são muitas famílias que perderam o trabalho e em consequência poder de compra, enquanto todas as outras cidades tiveram aumento do número de empregos”, disse Adailton.

Adailton comentou também seu posicionamento em relação aos números de estudante matriculados no Centro Universitário Unirg.

“Em relação aos dados apresentados sobre a perda de alunos na UNIRG, nos últimos oito anos, foram mais mil acadêmicos perdidos, isto significa mais de 20% do total da instituição. Nosso alerta, segue também a mesma postura responsável da ACIG,  temos a obrigação de abordar esta situação, pois é preocupante uma redução tão significativa, a UNIRG além de patrimônio público, tem uma função social muito importante e o reflexo desta queda na economia local é muito grande, isto afeta diretamente o faturamento de várias empresas, o que consequentemente também significa perda de empregos, provoca um efeito negativo no mercado local, que vai desde o aluguel da quitinete, passando pelo restaurante, supermercado, postos de combustível, farmácia, lojas de artigos para vestuário e muitos outros segmentos”, completou Adailton Fonseca.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *