Na estreia da nova líder, vereadores aprovam indicação da oposição do fim de escritório de representação da Prefeitura de Gurupi em Palmas  - Atitude Tocantins
Na estreia da nova líder, vereadores aprovam indicação da oposição do fim de escritório de representação da Prefeitura de Gurupi em Palmas 
Eleições Política Tocantins

Na estreia da nova líder, vereadores aprovam indicação da oposição do fim de escritório de representação da Prefeitura de Gurupi em Palmas 

No primeiro dia em que a vereadora Marilis Fernandes (PDT) assumiu a liderança do prefeito Laurez Moreira (PSB) na Câmara Municipal de Gurupi, os vereadores aprovaram, por unanimidade, o fim do escritório de representação da Prefeitura de Gurupi em Palmas. A indicação do ex-líder, que se tornou oposição, Ivanilson Marinho, foi subscrito por três vereadores da base.

por Wesley Silas

A vereadora Marilis Fernandes (PDT) assumiu um cargo desafiador em sua carreira política num cenário de ano eleitoral onde ela terá que ter bons argumentos na tribuna para debater matérias polêmicas que envolvem os interesses do Poder Executivo como os vereadores oposicionistas Jenilson (PRTB) e Ivanilson (MDB) que têm em comum, capacidade na oratória.

Segundo apurou o Portal atitude, a aprovação da indicação do fim do escritório de representação política da Prefeitura de Gurupi em Palmas, praticamente, passou desapercebido pela nova líder do prefeito e ainda foi subscrito pelos vereadores Zezinho da Lafiche (PROS), Cláudio do Trevo (PSB), Valdônio Rodrigues (PSB) e Sargento Jenilson (PRTB). Três deles, até então, considerados aliados do prefeito, Laurez Moreira (PSDB).

No requerimento, Ivanilson Marinho justificou que a sua indicação tem a intenção de substituir o escritório de representação pela criação apresentado, via requerimento, de uma casa de apoio aos gurupienses que fazem tratamento no Hospital Geral de Palmas. Ele explicou que o escritório criado em 2015 “atendia demandas interna corporis do prefeito Laurez” em casos de acompanhamento de financiamentos e de liberação de emendas.

“O prefeito está deixando a prefeitura no final deste ano e os contratos de financiamentos já foram assinados e as emendas dos deputados, quando não liberadas em Gurupi por telefone, ele despacha diretamente em Brasília (DF). Então, este escritório de representação acabou e não tem mais finalidade e por isso não há porque a prefeitura pagar mais de R$ 20 mil só de custeio em todo ano e, somando de 2015 a 2019 já passa de R$ 60 mil de custeio, sem levar em conta a despesa pessoal que a gente não sabe e não conseguimos encontrar aonde está este pessoal lotado neste escritório de representação porque são todos ligados ao gabinete”, explicou Ivanilson.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.