Na Anac, Tiago Dimas luta para tentar reverter decisão da Passaredo de deixar voo de Araguaína - Atitude Tocantins
Na Anac, Tiago Dimas luta para tentar reverter decisão da Passaredo de deixar voo de Araguaína
Notícias Política Tocantins

Na Anac, Tiago Dimas luta para tentar reverter decisão da Passaredo de deixar voo de Araguaína

Na Anac, Tiago Dimas luta para tentar reverter decisão da Passaredo de deixar voo de Araguaína
Avalie esse post

Acompanhado do também deputado Célio Moura e do vice-prefeito de Araguaína, congressista mostra contrariedade à empresa e relata sentimento de traição

por Redação

O deputado federal Tiago Dimas (SD-TO) se reuniu, no início da noite desta terça-feira, 10 de setembro, com o diretor da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), Juliano Noman, para discutir a decisão da Passaredo Linhas Aéreas de deixar de operar o voo Araguaína-Palmas, com continuação em Goiânia e Ribeirão Preto. O parlamentar busca tentar reverter a decisão, tendo em vista que o voo funciona há cerca de oito anos e sempre com muitos passageiros.

Tiago Dimas, que agendou a reunião, esteve acompanhado do também deputado federal Célio Moura (PT-TO) e do vice-prefeito de Araguaína, Fraudneis Fiomare (PSC). No encontro, os três foram claros em detalhar os prejuízos enormes para a cidade, pois a ligação com Palmas voltará a ser apenas terrestre, em uma viagem de 400 quilômetros.

Comitiva de Araguaína em reunião na Anac. Foto: Daniel Machado

Para Tiago Dimas, o sentimento é de injustiça e traição. Segundo o deputado, ao que tudo indica a Passaredo opta por tirar os aviões do Estado para reforçar a ponte aérea Congonhas-Santos Dumont (São Paulo-Rio de Janeiro). A empresa foi beneficiada por uma decisão da Anac que permitiu uma melhor distribuição dos slots (autorizações para pousos e decolagens) da Avianca e acabou ganhando o direto de operar nessa lucrativa rota. “Eu fui uma das pessoas que entendia que o modelo anterior, que iria priorizar a latam e Gol, criaria uma concentração ainda maior no mercado, trazendo prejuízos e população. Mas aí, a Passaredo pega e faz isso com Araguaína. Nos sentimos totalmente traídos, ainda mais sabendo que a rota da nossa cidade nunca deu prejuízo”, destacou Tiago Dimas, ao salientar que a Anac precisa verificar o que está ocorrendo.

No mesmo sentido, Célio Moura e Fiomare falaram de injustiça e pediram providências. “Araguaína é principal cidade do Tocantins em atividade econômica privada. A população sempre frequentou o voo e agora está sendo ‘premiada’ por essa injustiça”, destacou Célio Moura. “Nós vamos seguir lutando para tentar restabelecer o voo para Palmas e as outras cidades. A saída do voo prejudica todo mundo, afasta investimentos e futuros negócios, além de dificultar a vida dos empresários que moram na cidade”, ponderou Fiomare.

Tiago Dimas destacou, ainda, que manteve contato telefônico com o presidente da Passaredo, José Luiz Felício Filho. O executivo estava em Brasília por outros compromissos e o deputado tentou uma reunião com ele. No entanto, essa reunião não ocorreu. Nesta quarta-feira, Tiago Dimas e Célio Moura farão um novo contato telefônico com Felício Filho na tentativa de abordar o tema. “Nós vamos seguir tentando esse encontro e vamos lutar para reverter essa decisão”, salientou.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *