Mães adolescentes recuam 24% em dez anos, e união homoafetiva segue em alta - Atitude Tocantins
Mães adolescentes recuam 24% em dez anos, e união homoafetiva segue em alta
Brasil Destaques Mulher e Sociedade Notícias Saúde

Mães adolescentes recuam 24% em dez anos, e união homoafetiva segue em alta

Mães adolescentes recuam 24% em dez anos, e união homoafetiva segue em alta
Avalie esse post

Número de divórcios cresceu, mas proporção de casais que divide guarda dos filhos é maior

por Redação


Em dez anos, caiu mais de 24% o número de mães adolescentes no país. Em 2007, quase 630 mil garotas com idade entre 15 e 19 anos deram à luz. No ano passado, foram 476 mil.

Cerca de 20% das crianças nascidas em 2007 eram filhas de mulheres com esse perfil. Em 2017, o percentual foi para 16%.

(Folha de S.Paulo – acesse no site de origem)

Ao mesmo tempo, cresceu 34% o número de mulheres que tiveram filhos depois dos 30 anos. Eram 763 mil em 2007, contra mais de 1 milhão em 2017.

Os números são das Estatísticas do Registro Civil, levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgado nesta quarta-feira (31). O estudo reúne informações sobre nascimentos, mortes, matrimônios e divórcios.

Número de mães adolescentes caiu 24% desde 2007

Outro ponto observado é o crescimento de casamentos homoafetivos, que subiram 10% de 2016 a 2017. O maior aumento foi na região Centro-Oeste (13,8%) e o menor, no Nordeste (1%).

O crescimento foi mais expressivo nas uniões entre mulheres: subiram 15,1% e representam 57,5% dos casamentos entre pessoas do mesmo sexo no país.

Maioria dos casamentos gays foi registrada no Sudeste

O total de matrimônios, porém, caiu cerca de 2%. O estado que registrou a maior queda foi o Ceará (mais de 10%). No Amapá, por sua vez, as uniões subirem 11% entre 2016 e 2017.

Além de menos frequentes, os casamentos agora duram menos. O tempo médio entre a data de união e a da separação saiu de 17 anos, em 2007, para 14 anos, em 2017. Entre 2016 e o ano passado, houve alta de 8% nos divórcios em todo o país.

Menos frequentes, casamentos duram menos que há 10 anos

Número de casamentos caiu 2,3% de 2016 para 2017, e divórcios subiram 8,3%

 

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.