Juvenal Klayber defende equiparação salarial entre advogados públicos do Executivo e Judiciário - Atitude Tocantins
Juvenal Klayber defende equiparação salarial entre advogados públicos do Executivo e Judiciário
Destaques Estado

Juvenal Klayber defende equiparação salarial entre advogados públicos do Executivo e Judiciário

Juvenal Klayber defende equiparação salarial entre advogados públicos do Executivo e Judiciário
Avalie esse post

A Chapa Advocacia Unida, OAB Respeitada participou de reuniões nesta desta terça, 06, em algumas secretarias de Estado, em Palmas. Liderado por Juvenal Klayber, que é o candidato à presidência, o grupo apresentou propostas para os advogados públicos que atuam nas pastas.

Por Régis Caio

A falta de uma melhor estrutura física e a disparidade salarial entre os advogados que atuam no Executivo e os atuantes nos poderes Legislativo e Judiciário foram alguns dos temas de destaque, com a garantia de Juvenal de que, sendo eleito presidente da OAB – Seccional Tocantins, vai dialogar com as instituições e servidores, na busca de uma equiparação responsável junto ao governo do Estado.

Os advogados atuam nos três Poderes como nomeados, contratados e efetivos (concursados). Contudo, em alguns casos, quem está no cargo de Analista Judiciário do Tribunal de Justiça e Defensoria Pública chega a receber salário com diferença de mais de 100% em relação aos que trabalham no Executivo, a exemplo das secretarias de Estado da Administração e da Saúde.

“Faremos Audiências e serão chamados os Analistas do Judiciário, Executivo e Legislativo para que possamos identificá-los, saber onde atuam, quanto ganham e o que precisam. Ao final, com a participação das associações e sindicatos que reúnem esses colegas, vamos propor um Projeto de Lei ao Executivo Estadual, a ser levado ao Legislativo para uma equiparação salarial”, destacou Juvenal, acrescentando que, “junto a isso levaremos um estudo de impacto financeiro “.

Juvenal Klayber adiantou que esta deverá ser uma luta árdua e que o resultado positivo dela vai depender do envolvimento de todos os servidores Advogados, cujos salários tenham entre si uma diferença muito grande. “Mas entendemos que é possível essa mudança e a OAB tem obrigação de estar ao lado desses colegas, pois antes de serem servidores públicos, eles são advogados. Essa é bandeira mais defendida por nossa Chapa. Ao final, poderemos até não vencer essa luta, mas jamais pecaremos pela omissão de não ter tentado ajudar nossos colegas advogados”, garantiu Juvenal.

Fotos Edes Pereira

Ao recepcionar os integrantes da Advocacia Unida, OAB Respeitada, o superintendente Jurídico da Secretaria de Infraestrutura, Marcos Vinícius, destacou que as propostas apresentadas são de uma Seccional equilibrada. “O Juvenal traz uma proposta de ajuntamento, de agregar. E quando isso ocorre a OAB fica mais respeitada. E se ela não tiver o respeito e um pensamento de justiça, não tem porque existir”, disse Marcos Vinícius.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós