Josi Nunes nega crise no PROS e diz que "alguém estaria tentando criar alguma perturbação interna” - Atitude Tocantins
Josi Nunes nega crise no PROS e diz que “alguém estaria tentando criar alguma perturbação interna”
Eleições Política Tocantins

Josi Nunes nega crise no PROS e diz que “alguém estaria tentando criar alguma perturbação interna”

A ex-deputada federal, Josi Nunes (PROS), buscou o Portal Atitude para defende que não há nenhuma crise interna no PROS de Gurupi. “O único probleminha que nós tivemos foi no dia do evento em que um descontente (Edinho) não participou do evento, espalhou para todos os lados que vai sair do partido e ele saindo, não vai ter nenhum problema e ficará pacificado”, disse.

por Wesley Silas

De acordo com a deputada, o presidente do PROS, deputado Júnior Geo, tem tentado sensibilizá-la para ser a candidata a prefeita, o que é descartado, e que “alguém do PROS” estaria tentando criar alguma perturbação interna.

“O PROS de Gurupi não tem crise e a única questão que surgiu foi com o Edinho que disse que vai sair do partido o que para nós não é crise. Ele tem todo o direito de querer ficar ou sair do partido”, disse a ex-parlamentar que também é ex-presidente da sigla.

Segundo ela, o ex-presidente da ATS, Edinho Fernandes, teria sugerido para o presidente da comissão provisória, Zezinho da Lafiche, para lançar a sua pré-candidatura.

 “O encontro em Gurupi não foi para discutir candidatura e sim foi posse de uma comissão provisória. Ele não gostou porque ele acha que o partido deveria está com o nome dele em mãos”, disse ao insistir no nome de Fernandes.

Sobre o suposto convite aos vereadores Jair (MDB) e Mirian (MDB); Josi Nunes disse que o PROS tem buscado atrair novas filiações para montar uma chapa consistente nas proporcionais, mas não há pressão para que os respectivos vereadores se filiem no PROS.

“Eles (vereadores Jair, Mírian e Cláudio do Trevo) são meus amigos, me apoiaram, mas eu não faço nenhuma interferência e não estou condicionando-os a virem para o PROS. Eu quero que eles sigam os melhores caminhos com independência. Na verdade a vontade deles (Mírian e Jair) eram ficar no MDB e eles gostam e estão participando dos eventos para ver se o MDB terá a chapa que dê sustentação”, disse.

Ela citou defendeu que com o fim das coligações proporcionais o processo caminha para diminuir a presença de partidos, pois não repetirá mais partidos lançar apenas um candidato. Disse ainda que os vereadores que trabalharam em sua campanha em 2018 estão livres para seguir com o candidato que o prefeito Laurez indicar.

“A Mírian faz parte da base do prefeito e não tem nenhuma problemas em defender e continuar com o grupo do prefeito, assim como o Jair”, disse.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *