Igreja comunica encerramento de sua conta no Santander, após exposição polêmica - Atitude Tocantins
Igreja comunica encerramento de sua conta no Santander, após exposição polêmica
Ambiente Gospel Brasil Destaques Notícias

Igreja comunica encerramento de sua conta no Santander, após exposição polêmica

Igreja comunica encerramento de sua conta no Santander, após exposição polêmica
Avalie esse post

A exposição ‘Queermuseu’ gerou revolta por promover a pedofilia, zoofilia e ofender religiões, como o cristianismo.  “Cada igreja terá que avaliar a situação e decidir como deverá se posicionar neste tema. Está decisão não transformará ninguém em um melhor ou pior cristão”, disse o líder da Igreja Batista do Bacacheri, pastor Luiz Roberto Silvado ao Portal Guiame.

por Redação


A exposição de “arte” do Santander Cultural, “Queermuseu” continua tendo seus efeitos, apesar de já ter sido cancelada no último domingo (10). O mais recente foi a decisão da Igreja Batista do Bacacheri, em Curitiba, comunicar o encerramento de sua conta do Santander.

As apologias a pedofilia, zoofilia e o vilipêndio contra elementos religiosos, como por exemplo, o mau uso de uma imagem de Jesus Cristo geraram grande revolta, não apenas entre cristãos, mas entre tantos outros cidadãos, que consideraram a abordagem da exposição completamente inapropriada. Além disso, o fato do evento ter sido financiado com uma captação de R$ 800 mil pela Lei Rouanet agravou ainda mais o sentimento de revolta.

Cristãos reagiram à exposição do Santander Cultural, expressando seu repúdio. (Imagem: SempreFamilia)

Segundo a Igreja Batista do Bacacheri comunicou em sua página do Facebook e também em seu site oficial, o motivo do encerramento de sua conta no Santander foi justamente o fato do banco ter apoiado a exposição “Queermuseu”.

“Comunicamos aos membros e participantes da Igreja Batista do Bacacheri que, devido aos últimos acontecimentos vinculados ao Banco Santander, Decidimos encerrar a nossa conta na instituição”, disse parte do breve comunicado exposto pela Igreja em suas páginas.

A igreja também explicou que aqueles que quiserem continuar apoiando a igreja com seus dízimos e ofertas podem fazer uso das outras instituições financeiras, nas quais a comunidade ainda tem suas contas abertas.

O líder da Igreja Batista do Bacacheri, pastor Luiz Roberto Silvado falou com exclusividade ao site Guiame e destacou que a decisão de sua igreja em encerrar a conta que tinha no Santander foi “uma forma simples de expressarmos que desaprovamos os valores que a instituição está defendendo publicamente”.

Apesar da decisão ter sido elogiada por muitos cristãos e apontada como “um exemplo” por tantos outros, Silvado lembrou que as igrejas e até mesmo os cristãos correntistas do banco deverão avaliar seus próprios contextos e não são obrigados a fazerem o mesmo que a Igreja Batista do Bacacheri fez.

“Cada igreja terá que avaliar a situação e decidir como deverá se posicionar neste tema. Está decisão não transformará ninguém em um melhor ou pior cristão”, acrescentou.

Tentativa de retratação

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira (11), o banco Santander pediu “sinceras desculpas a todos aqueles que enxergaram o desrespeito a símbolos e crenças na exposição ‘Queermuseu”.

O Santander Cultural também informou que resolveu devolver R$ 800 mil captados via Lei Rouanet para a realização da Exposição.

Fonte: GUIAME

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *