Ginecologistas, obstetras e neonatologistas do Tocantins debatem sobre mais segurança para gestantes e bebês - Atitude Tocantins
Ginecologistas, obstetras e neonatologistas do Tocantins debatem sobre mais segurança para gestantes e bebês
Estado Mulher e Sociedade Notícias Saúde Saúde

Ginecologistas, obstetras e neonatologistas do Tocantins debatem sobre mais segurança para gestantes e bebês

Ginecologistas, obstetras e neonatologistas do Tocantins debatem sobre mais segurança para gestantes e bebês
Avalie esse post

Médicos das cidades de Palmas, Araguaína, Porto Nacional e Paraíso do Tocantins estiveram reunidos nesta sexta-feira, 5, em um restaurante da Capital, para uma noite reservada ao conhecimento e a troca de experiências. Cerca de 50 ginecologistas, obstetras e neonatologistas participaram de três palestras ministradas por profissionais intensivistas que atuam nas Unidades de Terapia Intensiva da Intensicare, na Capital, e foram presenteados com um jantar no Cabana do Lago.

por Redação

O evento foi promovido pela Intensicare, pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira no Tocantins e pela Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Tocantins. Os participantes ainda receberam certificados do mini curso, que abordou métodos que garantem mais segurança para as gestantes e seus bebês; o manejo da sepse na gravidez e puerpério; prematuridade e fatores de risco, entre outros temas.

Segundo o médico neonatologista da Intensicare no IOP, Ricardo Guimarães, o objetivo do encontro foi conectar a ginecologia e a obstetrícia à medicina intensiva, em uma relação de complementação harmoniosa. “Existe o binômio mãe e filho, e a gente fala que o neonatologista e o obstetra também tem que ser um binômio, para que o resultado para o bebê seja o mais objetivo. Tem muito prematuro que precisa da nossa ajuda e o obstetra precisa dar uma conclusão satisfatória naquela gestação. Essa união, essa discussão de casos, alinhamento de condutas, resulta no melhor para o bebê, porque o obstetra pensa como eu estou pensando e sabe como me ajudar a salvar mais bebês”, afirma.

O médico relata que o trabalho da Intensicare em Palmas é referência para colegas médicos em vários munícipios do entorno e que o objetivo da gestora de UTI’s e de serviços de saúde é dar o suporte necessário e compartilhar sua experiência de sucesso, já consolidada também em grandes capitais do país. “No Hospital IOP, por exemplo, temos o centro cirúrgico humanizado, no qual os familiares que querem assistir ao parto podem acompanhar tudo por meio de uma janela de vidro. Temos equipamentos de reanimação modernos, que vieram de fora e que oferecem todo o respaldo para prematuros com peso abaixo de um quilo. Com esses aparelhos, o bebê pode ser reanimado, em casos necessários, e ser transferido imediatamente para a nossa UTI Neonatal, tudo no mesmo hospital. Se a mãe já está enferma e o bebê também, nós já conseguimos dar suporte a ambos, ao mesmo tempo, na UTI Adulto e na UTI Neo que temos, e salvar essas duas vidas”, explica Ricardo Guimarães.

Durante o evento, os médicos foram acompanhados pelo presidente da AMIB-TO, o cirurgião cardiovascular Wallace André; pelo neurocirurgião Márcio Antônio Figueiredo; pelo gerente de UTI da Intensicare, Alexandre Bacci; e por um dos diretores da Intensicare, Bruno Aquino.

“Essa parceria entre a AMIB Tocantins e a Intensicare tem dado muito certo. Estamos conseguindo levar conhecimento em terapia intensiva para os quatro cantos do Estado, aprimorando o trabalho já realizado por diversos colegas de várias especialidades, dando a eles o respaldo científico que eles necessitam, porque às vezes a gente saber que fica difícil sair daqui para se atualizar. Mas trazer a atualização até eles tem dado muito certo e a AMIB Nacional recentemente nos congratulou por conta desses eventos”, afirmou Wallace André.

A experiência na UTI

Participante do evento, o ginecologista, obstetra e especialista em reprodução humana, Glauco Miranda avalia como positivos os assuntos abordados no encontro. “Sempre estamos aprendendo conceitos novos, tratamentos novos. A medicina é uma ciência dinâmica, as verdades mudam, há novas terapias chegando. É importante nos reunirmos com outros especialistas para nos aprimorarmos cada vez mais, para darmos uma melhor assistência aos nossos pacientes”.

O médico conta, ainda, que há vários anos sua família precisou utilizar um serviço de UTI e ele recorreu a Goiânia. Em 2018, novamente, ele passou pela mesma experiência, mas desta vez permaneceu em Palmas. “Eu sou um exemplo, porque cheguei em Palmas há nove anos, hoje já me considero um palmense. Mas naquela época, quando vim de Goiânia, tínhamos plena confiança nas UTI’s de lá e ainda não conhecia o trabalho pioneiro da Intensicare aqui. Em 2013 cuidei da minha esposa gestante e precisaríamos de uma UTI Neo. Eu não conhecia nada nesse sentido aqui, então levei minha esposa para Goiânia. No ano passado nasceu meu segundo filho, houve a mesma situação, mas fiquei muito tranquilo em fazer o parto aqui, porque confio muito na equipe Neo da Intensicare e sei que meu filho ia ser muito bem cuidado pela equipe dos profissionais de lá”, relembra Glauco.

Novos leitos

Para o primeiro semestre deste ano, a Intensicare se prepara para inaugurar novos leitos de UTI Pediátrica no Hospital IOP, em Palmas, onde a empresa já conta com um centro cirúrgico humanizado e UTI’s Adulto e Neonatal. A gestora de UTI’s, que já contabiliza mais de 33.600 vidas salvas em 10 anos de atuação em todo o país, também fará uma expansão em seus leitos de UTI Neonatal na Capital em 2019.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *