Foliões trabalham para reativar bloco Os Enigmáticos em Gurupi - Atitude Tocantins
Foliões trabalham para reativar bloco Os Enigmáticos em Gurupi
Cidades Destaques Gurupi (TO) Notícias

Foliões trabalham para reativar bloco Os Enigmáticos em Gurupi

Foliões trabalham para reativar bloco Os Enigmáticos em Gurupi
5 (100%) 1 vote

“Estamos em conversas com presidente antigos dos blocos coirmãos  como Aloha, Fofos, Os Pifados, Tranqueiras e Tropaloka para reunirmos para ser remodelada a questão cultural que é bem conhecida em todo Brasil como um dos melhores carnavais de rua que necessita ser reativado, mas no ano que vem”, disse Ismael Antonio de Souza Júnior.

por Wesley Silas


Desde 1972, quando foi criado Os Metralhas e Os Espantalhos, que se transformou em Os Pifados; o carnaval de rua ganhou peso com a chegada de vários blocos dentre eles , Ecológia, Os Indedentes, Kay Aky, AGA, Turma do Esquinão, Só tem Tam Tam, Kracatoa, Só Filé, Tropalôka, Perdidos na Folia, Só tem Tam Tam e Os Enigmáticos, muito destes tiveram a última apresentação no carnaval de 2002. Passadas décadas, bateu o saudosismo e um grupo de pessoas querem reviver alguns destes blocos, como exemplo Os Enigmáticos.

O Bloco Os Metralhas criado em 1972 foi a primeira escola de samba de Gurupi.

De acordo com Ismael Antônio de Souza Júnior um grupo de amigos que fizeram parte do bloco Enigmáticos prometem a partir deste ano trabalhar para retornar o bloco a partir do carnaval do ano que vem.

“Nós vamos reativar e remodelar o carnaval de Gurupi a partir do ano que vem. Estamos fazendo um grande projeto com um sede e estrutura inovadoras, conversando como prefeito, vereadores, deputados e senadores sobre este projeto que visa voltar as tradições musicais como o axé,  porque entendo que o carnaval não é sertanejo e nem funk”, defende Ismael Antonio de Souza Júnior.

Desfile do bloco Os Enigmáticos.

De acordo com Ismael Júnior a intenção é valorizar as raízes do carnaval valorizando o samba e axé.

“Vamos deixar este negócio de sertanejo e funk de lado e vamos colocar o axé com cinco noites com matinês, com muitas novidades e talvez até quem sabe ver a possibilidade de voltar o carnaval para a Avenida Goiás de uma forma que obedeça o Código de Postura e sem atrapalhar o comércio, camarotes no meio da rua com arquibancadas menores porque temos que colocar as pessoas na rua com segurança, alegria com 60 mil pessoas brincando sem violência”, explicou.

Origem dos blocos de Gurupi

Foliões dos Os Metralhas no Córrego Mutuca.

Os blocos “Os Metralhas”, que neste ano completa 46 anos, juntamente com o bloco “Os Pifados” que completou 44 anos, têm como origem o bloco “Espantalhos” e, ao longo deste anos resistiram ao tempo desde a década de 1970 e são os únicos que mantêm parte as tradições originais do carnaval de Gurupi.

Pifados

O bloco “Os Pifados” tem como ícone seu velho Jeep vermelho e a irreverência dos seus foliões que se animam ao som de muito forro tocados por figuras folclóricas como Camarão e Zequinha do Acordeon e ritimado por instrumentos como Arcodeon, pandeiro e triangulo festejam durante todo o dia.

Bloco Os Pifados encontra com o bloco Os Metralhas no carnaval de 2014. Na ocasião teve a presença de ex-foliões do bloco Eternamente .

 

Metralhas

O bloco “Os Metralhas” que tem como um dos seus fundadores Luiz Felipe dos Santos (Luizinho) e hoje tem como organizador, Moreno Lacerda e na tesouraria Cassiano Pimentel.

O Bloco Os Metralhas criado em 1972 foi a primeira escola de samba de Gurupi.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *