Estudante enfrenta sua décima cirurgia para remoção de tumor e necessita 48 doações - Atitude Tocantins
Estudante enfrenta sua décima cirurgia para remoção de tumor e necessita 48 doações
Destaques Estado Mulher e Sociedade Notícias Saúde Saúde

Estudante enfrenta sua décima cirurgia para remoção de tumor e necessita 48 doações

Estudante enfrenta sua décima cirurgia para remoção de tumor e necessita 48 doações
Avalie esse post

A estudante de Direito Cristiane Costa dos Santos de 25 anos irá fazer a décima cirurgia, desta vez será uma “Hemipelvectomia” que é uma amputação pélvica de alto nível. O objetivo é remover um tumor de 26 cm, o procedimento será realizado neste domingo, 28, para isso Cristiane precisa de 48 doações de sangue de qualquer tipo sanguíneo.

por Jesica Maldonado – (Palmas/Atitude To)

A jovem adoeceu em fevereiro de 2011 quando tinha 17 anos, teve febre e dores nas pernas e seguiu um tratamento errado até março de 2012. Quando a mesma foi encaminhada para Goiânia descobriram um câncer na cabeça do Fêmur. Cristiane fez quimioterapia e conseguiu reduzir o tumor, retirou a cabeça do fêmur e colocou uma prótese.

A mãe Luiza Costa conta que em 2013 ela ficou em acompanhamento, depois de junho de 2014 as dores voltaram na coxa e um novo tumor, cada vez que tratava um surgia outro relata a mãe Luiza “este já é o sexto e esta será a décima cirurgia. O que a mantém é o amor de Deus que se manifesta através das pessoas que aprendem a amar a Cris, pois ela não desiste de viver. Agora irá amputar a perna por consequência de uma infecção. Ela sofre dores fortíssimas e está sob efeito de morfina. Mas estamos crendo que esta hemipelvectomia será a libertação” relata a mãe de Cristiane.

A Hemorrede do Tocantins tem o objetivo de atender a toda a população de forma gratuita, com qualidade e segurança para doadores e quem irá receber a doação.

A mãe de Cristiane relata o que diria a aqueles que enfrentam o câncer “nosso deus é infinito, é poder e é amor. Eu digo a todos que enfrentam um câncer Deus é maior do que qualquer tumor e confiar em Deus que tudo dará certo. Trate com responsabilidade tenha fé e creia que Deus pode todas as coisas” disse Luiza.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que uma bolsa de sangue pode salvar até quatro vidas. A Hemorrede do Tocantins tem atualmente 163.360 doadores cadastrados desde a sua implantação. Dados demonstram quantas doações ocorreram desde março de 2018 a março deste ano. Doadores que doaram apenas uma vez foram um total de 13.464, aqueles que doaram duas vezes foram 3.309 pessoas e quem doou três vezes ou mais 1.174 doadores.

A Tainara Saraiva é assistente administrativa e irá doar para Cristiane e conta sua motivação desde 2017 na sua primeira doação “a história da Cristiane me comoveu, pois uma menina tão jovem em uma luta tão difícil. Espero que tudo dê certo para ela, eu irei doar e já chamei um amigo para ir comigo” relata Tainara.

Segundo a organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda-se que 1 a 3% da população seja doadora de sangue, mas também recomenda que cada região avalie qual a melhor taxa para dar conta das demandas locais. No Brasil, a taxa de doação de sangue fica em torno de 1,6 a 1,8% da população doadora. No Tocantins, em 2018, a taxa de doação foi de 1,52%,  levando em consideração que a população é de 1.555.229 habitantes (IBGE), totalizando 23.657 doações em 2018.

A doadora Tainara conta sua motivação ao doar, a mesma é doadora desde o ano de 2017 “eu doei sangue pela primeira vez em novembro de 2017 e desde então sempre que estou apta ou quando alguém precisa, vou no hemocentro fazer a doação. Eu sempre via as propagandas na TV sobre doação, mas tinha medo por conta dos mitos que algumas pessoas falavam sem saber. Eu acho que doação de sangue é um ato de empatia para com as outras pessoas, porque nós nunca sabemos se iremos precisar um dia. Sempre digo que quem doa, recebe gratificação dupla, um lanche delicioso com ótimo atendimento e a sensação maravilhosa de poder ajudar alguém” conta a assistente administrativa.

Ao doar é necessário que a pessoa seja sincera para assegurar sua saúde e qualidade do sangue a ser transfundido. O sigilo das informações prestadas é absolutamente preservado.

Requisitos básicos para doação

  • Apresentar documento oficial com foto
  • Ter entre 16 (*) e 69 anos de idade – (*) jovens entre 16 e 17 anos podem ser aceitos como candidatos a doação de sangue, com o consentimento formal assinado pelo responsável legal e apresentação de um documento oficial com foto, para cada doação. Para a primeira doação o responsável legal deverá estar presente. Nas subsequentes o menor poderá doar apresentando o termo de autorização com a assinatura do responsável legal registrada em cartório.
  • O limite para a primeira doação é de 60 anos de idade
  • Pesar no mínimo 50 Kg
  • Estar em boas condições de saúde e higiene no momento da doação
  • Não ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas 3 horas que antecedem a doação

Impedimentos temporários

  • Resfriado (até o desaparecimento dos sintomas)
  • Gravidez
  • 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana
  • Amamentação (se o parto acorreu há menos de 12 meses)
  • Ingestão de bebida alcoólica nas ultimas 12 horas que antecedem a doação
  • Tatuagem nos últimos 12 meses
  • Comportamento de risco para doenças transmissíveis (aguardar 12 meses)
  • Em uso de medicação

Intervalos para doação

  • Homens– 60 dias (até quatro doações por ano)
  • Mulheres– 90 dias (até três doações por ano)

Você nunca poderá ser doador de sangue se:

  • Tem ou teve um teste positivo para HIV
  • Teve hepatite após os 11 anos de idade
  • Tem doença de chagas
  • Teve algum tipo de câncer, incluindo leucemia
  • Tem graves problemas no pulmão, coração, rins ou fígado
  • Tem problema de coagulação de sangue
  • É diabético em uso de medicamentos
  • Teve tuberculose extra-pulmonar
  • Já teve elefantíase (filariose)
  • Já teve hanseníase
  • Já teve calazar (leishmaniose visceral)
  • Recebeu transplante de córnea ou implante de material biológico à base de dura-máter
  • Tem alguma doença que gere inimputabilidade jurídica
  • Foi submetido a gastrectomia total
  • Foi submetido à pneumectomia
  • Foi submetido à esplenectomia não decorrente de trauma
  • Se foi submetido a transplante de órgãos ou de medula

 Hemocentro Coordenador de Palmas

Endereço: 301 norte, conjunto 02, LT 01

CEP: 77001-214 – Palmas – TO

Horário de atendimento: 07h às 18h

Telefones: 3218-3294/3232

Unidade de Coleta ao anexo do HGP

Endereço: 201 Sul, NS01, Conjunto 02, LT 01 – Palmas – TO

Horário de atendimento: 07h às 18h

Telefones: 3218-7340

Com informações da Hemorrede e Secretaria da Saúde do Tocantins

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *