Escola Jovem em Ação de Gurupi será Premiada na Olimpíada Tocantinense de Química - Atitude Tocantins
Escola Jovem em Ação de Gurupi será Premiada na Olimpíada Tocantinense de Química
Destaques Educação Estado Notícias

Escola Jovem em Ação de Gurupi será Premiada na Olimpíada Tocantinense de Química

Avalie esse post

Alunos da Escola Jovem em Ação CEM Bom Jesus serão premiados em Olimpíada Tocantinense de Química, através doo projeto VOE – Vestibular, Olimpíadas e ENEM que é de autoria do Professor Getúlio Dutra e os alunos que conquistaram as medalhas são do 1º ano do ensino Integral que em menos de um ano de implantação em Gurupi já está mostrando resultados satisfatórios.

por Leila Novais


O objetivo do projeto é preparar os alunos para os vestibulares do país, para a Olimpíada de Química em nível Estadual, Regional e Nacional e Internacional, e é um preparatório ao ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio).

Os alunos conseguiram as medalhas na Olimpíada Tocantinense de Química e foram classificados para as olimpíadas Norte/Nordeste e Brasileira de Química, sendo a única Escola Pública do Estado do Tocantins a concorrer nesta competição.

O projeto foi realizado com o Professor Getúlio Dutra e os alunos Rannyere Rocha Alves, Tiffanny Araujo Cerqueira, Gabriella Abreu e Morgana Sousa, os mesmos estão satisfeitos com os resultados. A premiação acontecerá no dia 11 de Dezembro no Auditório Cuíca da UFT em Palmas.

Professor Getúlio Dutra e os alunos Rannyere Rocha Alves, Tiffanny Araujo Cerqueira, Gabriella Abreu e Morgana Sousa. Foto: Leila Novais

Para Tiffanny a realização desse projeto foi uma conquista do que ela queria que é um estudo a mais em sua vida, “eu vi como porta aberta para minha vida, porque os meus pais nunca tiveram condições de pagar uma escola que me desse a oportunidade de receber esses conteúdos que nós recebemos aqui. Minha expectativa agora é que eu e meus colegas cresçamos mais e que nós possamos levar não só os nossos nomes mas também o da escola”, relatou.

Rannyere Rocha nos relatou que sua participação no projeto foi gratificante e que, o professor mesmo vendo suas dificuldades abriu espaço, momento em que com auxilio do professor conseguiu concluir o projeto e ganhar a medalha, “eu queria muito essa premiação, e melhorar minhas notas na sala de aula. Depois da realização desse projeto decidi que quero ser professor de química ou de matemática, pois estre trabalho me ajudou a ter uma noção do que eu quero e como eu tenho que chegar lá”, explicou.

O idealizador do projeto Professor Getúlio Dutra começou o projeto em 2012, onde foi montado um grupo de estudo para trabalhar durante as férias, o mesmo solicitou aos alunos que doassem alimentos não perecíveis para contribuir com alguma instituição de caridade.

“Eu preparei um material de estudo com conteúdos do 1º, 2º e 3º ano do ensino médio dando ênfase para o ENEM e para as provas do Brasil inteiro. Aqui conseguimos tirar ideias que se ouvia falar de que escola pública não prepara e que os alunos não estudam, as coisas que se falam é um marketing negativo, com esse projeto conseguimos provar que somos sim capazes de chegar onde quiser, basta dar condições para que os alunos consigam alcançar seus objetivos”, finalizou.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *