“Erramos porque acabamos não contribuindo para formar novas lideranças”, Josi Nunes - Atitude Tocantins
“Erramos porque acabamos não contribuindo para formar novas lideranças”, Josi Nunes
Destaques Eleições Notícias Política Tocantins

“Erramos porque acabamos não contribuindo para formar novas lideranças”, Josi Nunes

Ao Portal Atitude, a deputada falou sobre relacionamento políticos com o governador Mauro Carlesse, assim como o prefeito Laurez Moreira e que irá conversar com todas novas lideranças que como Adailton Fonseca (PL), Gutierres Torquato (PDB), assim como os nomes mais experientes como os professores e advogados Sávio Barbalho (PT), Kita Maciel (PSB) e o agrônomo Pedro Dias (PV).

por Wesley Silas

A história política de Gurupi sempre foi marcada por grandes lideranças como Joaquim Pereira da Costa, Jacinto Nunes, João Cruz e agora o prefeito Laurez. Porém a política partidária vive um momento sem um nome de peso na linha de sucessão municipal que, na visão da ex-deputada Josi Nunes (PROS) seria culpa das lideranças tradicionais que pouco trabalharam para o surgimento de novos nomes.

“Eu acho que nós lideres, e eu me incluo neste processo, nós erramos porque acabamos não contribuindo para formar novas lideranças e é isso que eu quero fazer por meio do PROS a formar novas lideranças”, disse.

Segundo a ex-parlamentar ela tem trabalhado com estudantes e professores universitários, mulheres, profissionais da saúde e empresários para despertar sobre a importância do surgimento de novas lideranças interessadas em participar do processo eleitoral.  Com isso, ela disse que tem sido pressionada para participar da disputa eleitoral, mas, está descartado por ela.

“Então, nisso nós erramos. Só que, eu tenho certeza de que daqui até as convenções vamos ter outros nomes no cenário como pessoas do bem de Gurupi que nunca se colocaram e podem se colocar e tudo depende das circunstancias e é isso que estamos fazendo”, explicou.

Tempo de novas lideranças

A ex-parlamentar defende que ainda há tempo para qualquer cidadão entrar no processo eleitoral.

“Já vimos muitos cenários políticos em que uma pessoa entrou, mesmo sem nunca ter trabalhado em política partidária, e começou com 2%, enquanto o seu opositor tinha 40% e a nova liderança venceu.  Então, poderá surgir um nome que possa agregar esta credibilidade que Gurupi deseja e eu acho que ainda tem tempo. Temos ótimos nomes com pessoas da educação, da classe empresarial, da saúde e de tantas áreas e o que falta é o estímulo e por isso estamos falando da importância de participar do processo”, disse.

Aberto para conversas

De acordo com Josi Nunes o quadro da sucessão do prefeito Laurez encontra-se aberto e o PROS não definiu se terá ou não candidato, apesar do presidente da comissão provisória ter manifestado o seu nome como pretenso candidato.  

“Já conversei com o Adailton Fonseca, como Sávio Barbalho,  Pedro Dias (PV), Kita Maciel (PSB) e vou conversar com todos eles como o Gutierres (PSDB), Gleydson Nato (PTB).  Vamos analisar qual será o melhor caminho e pode surgir outros nomes além destes”, disse.

Relacionamento com o Governo do Estado

A ex-deputada foi um dos nomes que apoiou a candidatura do governador Mauro Carlesse (DEM) em 2018 e para as eleições deste ano ela disse que ainda não teve nenhuma conversa com o Palácio Araguaia e que o último encontro aconteceu em janeiro de 2018.

“Eu trabalhei junto e estive com o governador Carlesse no dia 06 de janeiro de 2018 e de lá para cá, com minhas atividades na educação, não tive mais tempo de ir a Palmas ou de participar dos eventos porque quando ele vem aqui eu estou dando aula a UnirG que tem me absorvido muito, tanto é que não tenho participado de quase nada.  Não faço parte do processo, apesar de ter trabalhado junto com o governo na campanha de 2018”, disse.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.