Entidades do comércio e prefeitura pedem aos comerciantes cumprimento das recomendações de prevenção ao COVID-19 - Atitude Tocantins
Entidades do comércio e prefeitura pedem aos comerciantes cumprimento das recomendações de prevenção ao COVID-19
Cidades Destaques Gurupi (TO) Notícias

Entidades do comércio e prefeitura pedem aos comerciantes cumprimento das recomendações de prevenção ao COVID-19

O primeiro dia após autorização do retorno gradativo das atividades do comércio em Gurupi, faltou consciência do bancos e de comerciantes que falharam no cumprimento das recomendações de proteção como EPIs aos funcionários, higienização, distanciamento de 1,5 metro e de consciência de idosos que aglomeraram em filas de bancos.

por Wesley Silas

Neurivan Rocha é dono de uma mercearia localizada na Avenida Bahia com a Rua 15 em Gurupi. Uma atitude simples e barata que ele encontrou foi de implantar uma pia portátil na porta do seu comércio em que ele oferece água, sabão e álcool para seus colaboradores e clientes higienizarem.

A iniciativa de Neurivan é um exemplo para grandes bancos e comércios de rede que falharam no primeiro dia pós Decreto N° 0498. Este Decreto colocou nas mãos do empresariado uma carta de confiança à continuidade das atividades sem haver suspensão mediante desobediência de recomendações de medidas de prevenção ao COVID-19. As medidas também vale aos que não chegaram a fechar as portas como Bancos, padarias, Supermercados e açougues.

“As pessoas chegam aqui lavam as mãos e tem um álcool também e estamos colocando o suporte para oferecer toalhas [descartáveis]”, disse Neurivan.

Cuidados da porta para dentro

As filhas e aglomerações de pessoas, muitas delas idosos, nas portas do bancos indicam que as preocupações dos bancos como Caixa Econômica e Bradesco encontra-se da porta para dentro das agências bancárias. Enquanto, da porta para fora as filas se tornaram um risco de disseminação do COVID-19, conforme mostra as imagens abaixo:

Conscientização dos comerciantes

Após ser questionado pela reportagem do Portal Atitude sobre este problemas, o presidente da CDL, Jovino Moura, retornou informando que a Prefeitura de Gurupi em parceria com a CDL e ACIG estão montando uma comissão voltada para conscientização dos comerciantes no sentido de atender as recomendações do Decreto N° 0498.

“Temos que cumprir o Decreto e manter o distanciamento, oferecer EPIs para os funcionários, disponibilizar de álcool e gel para fazer a higienização, caso contrário o Comitê Gestor poderá baixar outro decreto para suspender novamente as atividades do comércio. Temos que incluir os bancos e quem não obedecer vai ser multado”, alertou Jovino.

O empresário Mohamed Hasson disponibiliza material de higiene e segue o conselho de revezamento de 50% da equipe durante o turno de trabalho.

A Secretária de Comunicação da Prefeitura de Gurupi, Luiza Rocha, acrescentou que faz parte da comissão de fiscalização a Agência Municipal de Transportes, Vigilância Sanitária e Postura por meio da Secretaria de Saúde e a Secretaria de Planejamento e Finanças.

“Eles vão fazer uma fiscalização mais assídua com 30 fiscais do município que irão percorrer os estabelecimentos para que seja cumprido na íntegra as obrigações e os critérios de prevenção conforme estabelecido no Decreto”, disse a secretária.

De acordo com Jonas Barros, o prefeito de Gurupi o convidou para ser um dos coordenadores da Comissão de Fiscalização e Orientação do comerciantes.

“A intenção é fazer um trabalho de mãos dadas com as entidades que representam os seguimentos empresariais, sindicatos de trabalhadores, Ministério Público e os órgãos de imprensa, principalmente os de veiculação no município de Gurupi e Região Sul. O nosso objetivo é fazer com que a coisa venha a funcionar dentro do previsto, com harmonia e muita civilidade”, disse Barros.

Condições para abertura dos comércios

O lojistas que retornaram às atividades deverão ficar atentos às seguinte recomendações:

– Oferecer Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) aos funcionários;

– Estabelecer distância de 1,5 metros entre cada pessoa e adotar sistema de escala para reduzir o fluxo, revezamento dos turnos para evitar o fluxo de pessoas e a aglomeração de pessoas e de no mínimo 50% em dias de funcionamento normal.

– Manter a modalidade “home office” aos colaboradores acima de 60 anos;

– Evitar a aglomeração e longa permanência nos estabelecimentos, mantendo distanciamento de 1,5 metro de outras pessoas, inclusive nas filas;

– Reforçar os procedimentos de higiene em todos os ambientes;

– Padarias e supermercados que disponham de auto-serviço de pães e similares, deverão suspendê-los, disponibilizando funcionário para atendimento ou oferecer alimentos embalados;

Supermercado atende as recomendações.

– Organizar filas nos balcões de caixa de modo a manter distância mínima de segurança de 1.5 metro.

– Os estabelecimentos deverão disponibilizar pia para lavagem de mãos para clientes e colaboradores, com sabão líquido e/ou álcool gel 70%, papel toalha e lixeira de pedal

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *