Eletricista fica pendurado de cabeça para baixo em poste após levar choque - Atitude Tocantins
Eletricista fica pendurado de cabeça para baixo em poste após levar choque
Araguaina Cidades Destaques Notícias

Eletricista fica pendurado de cabeça para baixo em poste após levar choque

Eletricista fica pendurado de cabeça para baixo em poste após levar choque
Avalie esse post

De acordo com a Energisa um eletricista particular, sem autorização, estava mexendo na rede elétrica em Araguaína na manhã deste sábado, 21, quando aconteceu o acidente. Por questão de segurança, a distribuidora teve que desligar o fornecimento de energia na região. O eletricista foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

por Wesley Silas

Conforme o site Folha do Bico, o eletricista Ilson Pacíco Bento, de 46 anos, prestava um serviço particular para o Colégio Estadual Rui Barbosa, no bairro JK, na cidade de Araguaína, norte do Tocantins quando sofreu uma descarga elétrica. Ao receber a descarga o eletricista ficou dependurado de cabeça para baixo com as roupas em chamas. Em seguida ele foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e conduzido para o Hospital Regional de Araguaína, onde encontra-se internado.

Em nota, a Energisa alertou que intervir na rede elétrica, sem autorização, é crime e pode causar acidentes fatais. Quando ao caso do eletricista Ilson, a concessionária informou que por uma questão de segurança, desligou o fornecimento de energia na região assim que foi avisada que uma pessoa não autorizada estava manuseando sua rede. “Neste caso, os clientes foram impactados com falta de energia. A empresa informa ainda que já providenciou o boletim de ocorrência para que as medidas legais possam ser tomadas”, informou.

Foto: Lucas Ferreira/TV Anhanguera

Informou ainda que no caso do Tocantins, apenas a Energisa ou quem ela, após análise técnica, autorizar poderá intervir na rede elétrica.

Guilherme Damiance, gerente de operação da Energisa, explica que quando um particular – a exemplo do eletricista não autorizado que ficou preso no poste em Araguaína, – mexe na rede, ele coloca em risco à vida dele e ainda, compromete a segurança de todos os clientes que recebem energia por aquela fonte. “Intervenção na rede elétrica, por quem não é autorizado tenta fazer qualquer serviço em nosso sistema é crime e impacta diretamente toda a comunidade. O risco de um curto-circuito é muito grande nesses casos e para garantir a segurança, o sistema pode se desligar automaticamente ou, o nosso Centro de Operação Integrada fazer esse desligamento, deixando toda uma região sem energia, para assim detectar onde estão mexendo indevidamente na rede”, destacou.

Falta de energia, curto-circuito e risco de vida são alguns dos impactos causados pelas pessoas não autorizadas que intervém na rede. Apesar desse ato ser uma atitude isolada, ele tem uma consequência coletiva e é por isso, que no Brasil, é considerado um crime, como comenta Fabiano Sant’Anna, gerente jurídico da Energisa. “Por ser uma questão de segurança e que pode ocasionar morte, em nosso país optou-se por configurar como crime a intervenção em rede. Hoje ele está previsto no artigo 265 do Código Penal Brasileiro. Desta forma, a sociedade é alertada para o fato de que uma atitude individual pode provocar um mal coletivo. E temos visto que no Tocantins está se tornando comum esses casos. Aqui, já registramos situações este ano das pessoas subirem no poste em busca de um sinal de celular. Quando isso acontece, registramos o boletim de ocorrência para que todas as providencias legais possam ser tomadas”.

Damiance ressalta que a Energisa tem atuado na orientação e disseminação da informação sobre os cuidados com a rede elétrica. Mas que ainda há muitos casos de pessoas que por conta própria tentam mexer na rede e acabam se colocando em risco. “Ficamos preocupados quando vemos ou ficamos sabendo de uma pessoa, sem equipamentos de segurança e aparentemente sem conhecimento, mexendo na rede de energia. É necessário que o cuidado com a rede seja de todos nós”.

Segurança

As atividades que envolvem energia elétrica devem ser realizadas de forma segura e responsável, por profissionais qualificados e autorizados. Subir em postes, trocar transformadores, fazer instalação de medidores, manobrar chaves seccionadoras na rede de energia são serviços que só as equipes da Energisa podem realizar, pois são preparadas para desenvolver o trabalho com segurança.

Além de serem crime, essas atividades são perigosas e podem causar acidentes fatais. “Essas pessoas estão colocando a sua vida em risco e de todos que estão próximos. Orientamos, novamente, que somente a Energisa pode fazer intervenção na rede, pois possuímos equipes preparadas para realizar os serviços com segurança e qualidade”, Delmindo Antônio Mendes e Souza, coordenador de Saúde e Segurança do Trabalho da Energisa.

Saiba o que não pode ser feito na rede de energia ou próximo a elas:

  • Instalar câmeras de vigilância, placas publicitárias, cabos de rede de internet e demais equipamentos particulares nos postes;
  • Fazer instalações elétricas direto nos cabos dos postes. Além de perigoso é crime;
  • Instalar, retirar ou adulterar medidores de energia;
  • Realizar pintura de faixadas improvisando extensores no rolo de pintura;
  • Fazer cercas ou alambrados sob a rede elétrica sem aterramento e/ou seccionamento;
  • Subir em transformadores ou estruturas de rede de energia. Somente as equipes da concessionária estão habilitadas a fazer intervenções no sistema.

Quer instalar uma antena, como fazer com segurança?

  • Contrate um profissional qualificado e experiente;
  • Garanta que a instalação será feita longe de para-raios e jamais interligue o cabo da antena aos condutores elétricos;
  • Na hora da instalação não arremesse cabos sobre a rede elétrica. Mesmo eles estando encapados, a capacidade de isolamento do material pode não ser suficiente para evitar a passagem da eletricidade;
  • Nunca faça a instalação em marquises. Elas estão próximas às redes elétricas;
  • Não se aproxime ou toque na rede elétrica;
  • O local ideal da instalação da antena é o lado oposto da fiação de energia elétrica.

Manutenção na rede

Toda e qualquer necessidade de manutenção nas redes elétricas de distribuição devem ser realizadas pela Energisa. Para solicitar o atendimento é necessário entrar em contato pelo 0800 721 3330. Também é possível registrar o chamado pelo aplicativo Energisa On.

Caso se depare com as situações abaixo descritas, chame a Energisa:

  • Cabo rompido, baixo ou próximo a marquises, varandas, faixadas, placas de lojas e painéis publicitários;
  • Poste quebrado ou com estruturas visivelmente danificadas/quebradas;
  • Árvores em contato ou muito próximas à rede;
  • Construções/edificações sob a rede elétrica;
  • Montagem de andaimes ou outras estruturas metálicas próximas à rede elétrica;
  • Atividades de aterro ou escavação próximas aos postes;
  • Cercas ou alambrados sem aterramento e/ou seccionamento.

A Energisa lembra que intervir na rede elétrica, sem autorização, é crime e pode causar acidentes fatais, que por isso, apenas profissionais habilitados e devidamente autorizados podem executar serviços.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *