Durante entrega de ambulâncias, Secretário de Saúde fala investimentos de mais de R$ 20 milhões para este ano - Atitude Tocantins
Durante entrega de ambulâncias, Secretário de Saúde fala investimentos de mais de R$ 20 milhões para este ano
Cidades Destaques Gurupi (TO) Mulher e Sociedade Notícias Saúde

Durante entrega de ambulâncias, Secretário de Saúde fala investimentos de mais de R$ 20 milhões para este ano

Durante entrega de ambulâncias, Secretário de Saúde fala investimentos de mais de R$ 20 milhões para este ano
Avalie esse post

Segundo o secretário Municipal de Saúde de Gurupi, Vânio Rodrigues, são R$ 20 milhões de obras como CAPS, Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) e Centro Especializado em Reabilitação (CER) e na modernização holística da saúde básica do município, parte deles em parceria com a Unirg.

por Wesley Silas


Com a presença do prefeito Laurez Moreira, o Municipal de Saúde de Gurupi, Vânio Rodrigues apresentou dados de investimentos na saúde de Gurupi durante a entrega de duas ambulâncias, sendo uma para o Samu e outra para dar assistências às unidades de Saúde. 

“Há um ano recebemos uma Unidade de Suporte Avançado no valor de R$ 500 mil e neste ano estamos recebendo mais uma ambulância no valor de R$ 200 mil. Como é uma reserva técnica ela vai para o atendimento e a que estava no lugar dela vai para o transporte ambulatorial. Plotamos com imagens dos profissionais da saúde e reformamos. Agora vamos disponibilizá-la às unidades para transporte interno como também intermunicipal”, disse.

Em entrevista ao Portal Atitude, o secretário afirmou que no momento estão sendo investidos mais de R$ 10 milhões em obras físicas, com contrapartidas do município que variam entre 25% a 30%.

“São as obras que estão em andamento, que são cinco Unidades Básicas de Saúde, um CAPS, um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), um Centros Especializados em Reabilitação (CER) que dá uma média de mais de R$ 10 milhões em investimentos”, disse. “Em 2017 entregamos a Clínica da Mulher, um CAPS ADIII no valor de R$ 3 milhões e mais R$ 3 milhões investidos em móveis e equipamentos”, completou.

De acordo com Vânio a Prefeitura tem investido na humanização dos serviços e na valorização dos servidores da saúde.

“Vamos trabalhar educação e saúde. Dentro de um projeto que terminamos na semana passada, um dos eixos é aproveitar a tecnologia disponível. Temos uma capacitação agendada em hanseníase com a Universidade Aberta do SUS com médico nosso que vai estar no laboratório da Unirg capacitando os servidores em curso EAD. Cada servidor que fizer serão gratificados no PCCR na linha horizontal e vertical, melhorando seus salários”, explica.

“A Secretaria de Finanças está com um projeto grande no valor orçado em R$ 10 milhões e a saúde e educação”

Outro novidade que envolve a saúde é o financiamento no valor de R$ 10 milhões junto ao BNDES Programa de Modernização da Administração Tributária e dos Setores Sociais Básicos Automáticos (PMAT), com licitação para modernização na administração pública, envolvendo as secretarias de Educação e Saúde.

“A Secretaria de Finanças está com um projeto grande no valor orçado em R$ 10 milhões e a saúde e educação são participante deste projeto. Vamos ser contemplado com mais de 200 computadores, 250 tablets, e aquisição de um software para levar a holisticidade de todo acompanhamento do cidadão. Deste os atendimentos na UPA e nas unidades e no gabinete o secretário irá saber qual foi o horário que ele foi atendido, qual a agenda do profissional e a medicação que ele recebeu. Com isso teremos um acompanhamento sistemático dos usuários como foi a aquela velha ideia que foi o cartão SUS que acompanharia o atendimento em qualquer lugar do País”, justifica o secretário.

Segundo o secretário o programa de modernização servirá com parâmetro para monitorar a demanda reprimida por serviços na atenção básica de vários municípios da região sul, que buscam Gurupi, que somente na UPA faz mais de 33 mil procedimentos e as Unidades Básica atendem cerca de 50 mil procedimentos mensais.

“Hoje o país não tem um sistema de efeito compensatório de atendimento. Por exemplo, um paciente que não é da competência do município na atenção básica e ser ressarcido. Neste modelo terá como criar relatório específico sem achismo, mas teremos números fidedignos”, disse.

Outro projeto que será anunciado em breve envolve uma parceria entre a Unirg, inciativa privada e Prefeitura de Gurupi.

“Temos projetos, que não posso falar agora para não gerar muita especulação, revolucionários que esta cidade nunca viu. São projeto com investimentos com empresas, inclusive com a Academia (Unirg) porque eu sinto muito a falta de interação e tínhamos que estar em outro nível de saúde porque temos a Unirg aqui que tem como dar Know How e expertise para melhorar todo os nossos programas, inclusive no ponto em educação e saúde, como você falou”, concluiu.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *