Crise na comunicação: Mais um profissional da comunicação deixa Gurupi - Atitude Tocantins
Crise na comunicação: Mais um profissional da comunicação deixa Gurupi
Cidades Destaques Entretenimento Gurupi (TO) Notícias

Crise na comunicação: Mais um profissional da comunicação deixa Gurupi

Crise na comunicação: Mais um profissional da comunicação deixa Gurupi
2 (40%) 1 vote

Programa de televisão lacrado (SBT/Povo na TV), outro fechado (Record/Balanço Geral), vários profissionais desempregados e outros mudando para outras cidades faz parte do retrato da crise dos veículos de comunicação de Gurupi. “Financeiramente falando, infelizmente os veículos de comunicação de Gurupi estão ficando defasados e a prostituição do mercado acaba obrigando os empresários de comunicação pagar muito pouco”, diz o apresentador e repórter Jair Inocêncio após trabalhar por 10 anos em vários programas locais de TV em Gurupi.


Gurupi já foi um celeiro de profissionais da comunicação televisiva do Estado do Tocantins; mas, nos últimos meses determinados dilemas profissionais e a  crise financeira se abateu nesta atividade social comprometida em levar informações para a sociedade.

O último profissional a deixar Gurupi foi o repórter e apresentador, de 33 anos, Jair Inocêncio. Ele conta que começou sua carreira neste segmento em 2006 na Sil TV/Rede TV, depois passou pela BAND, pelo SBT e por outros vários veículos de comunicação em Gurupi.

“Infelizmente os profissionais de comunicação não estão sendo valorizados. Eu morei em Gurupi a minha vida inteira, foi a cidade onde eu construir meu patrimônio, minha família, meus amigos e minha casa; mas, infelizmente, eu não estava conseguindo sustentar, com dignidade, a minha família, pois sou pai de seis filhos e em razão desta falta de valorização do profissional foi que eu precisei vir para a Capital a convite do jornalista José Manoel”, disse.

"Os profissionais de comunicação não estão sendo valorizados". Jair Inocêncio.
“Os profissionais de comunicação não estão sendo valorizados”. Jair Inocêncio.

Em Palmas, Jair Inocêncio trabalha na TV Graciosa, afiliada a TV Gazete na qual participa de dois programas.

“Um deles é transmitido das 06h30min. às 07h 30min. da manhã que o é o Graciosa Notícias e das 12h às 13h 30min. participo do Tribuna do Povo. Além de fazer reportagens faço apresentação e participações nestes dois programas. O pioneirismo desta televisão foi o que me incentivou a vir para Palmas”, explica. “Precisei vir justamente por esta falta de valorização”, acrescenta.

Satisfação profissional

Em Palmas, Jair Inocêncio diz que agora se sente valorizado financeiramente e respeitado profissionalmente.

“Eu nunca fui valorizado como estou sendo agora, tanto pelo respeito profissional, como a valorização financeira também. A TV tem me acolhido de uma forma muito boa. A população de Palmas tem me acolhido com carinho e fiquei muito surpreendido com as pessoas me reconhecerem aqui em Palmas, mandando mensagens e me param na rua. Isto para mim o reconhecimento do trabalho é um combustível”, desabafa.

Marcão do Povo comemora audiência em Brasília.
Marcão do Povo comemora audiência em Brasília.

Nos últimos meses alguns jornalistas que atuavam em tradicionais jornais impressos deixaram Gurupi e no período de setembro para dezembro foram fechados os programa Balanço exibido na TV Record e lacrado o programa O Povo na TV/ SBT que era exibido pelo apresentador Kaká Lucena. Neste último programa 17 funcionários foram demitidos. Enquanto isso, apresentadores que fazem sucessos em outras localidades, como o apresentado Marcão do Povo, depois de fazer sucesso no programa Chumbo Grosso na Band de Goiânia (GO), hoje é um dos lideres de audiência na Brasília no Programa Balanço Geral e no Pará o apresentador Lomazzi Martinho faz sucesso na TV Correio (SBT) em Canaã dos Carajás.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *