Criança com queimadura na mão morre um dia após ser internada em Hospital de Gurupi - Atitude Tocantins
Criança com queimadura na mão morre um dia após ser internada em Hospital de Gurupi
Destaques Estado Notícias Saúde

Criança com queimadura na mão morre um dia após ser internada em Hospital de Gurupi

Criança com queimadura na mão morre um dia após ser internada em Hospital de Gurupi
4.2 (84%) 10 votes

Familiares reclamam da falta de UTI Infantil e de suposto erro médico que levou a morte Júlio Henrique Barbosa Ferreira, de um ano e 07 meses.   “Eles passaram uma pomada na mão e aplicaram no soro uma injeção anti-inflamatória e deu uma parada cardíaca nele”, disse a mãe.


por Wesley Silas

Júlio Henrique Barbosa Ferreira, de um ano e 07 meses, morreu neste sábado, 12, no Hospital Materno de Gurupi, anexo ao Hospital Regional um dia após ser internado para tratar de uma queimadura na mão.

“Ontem eu passei a roupa e deixei o ferro encima da cama e encostei a porta e ele abriu e começou a brincar com o ferro e deixou cair encima da mão e como o ferro ainda estava quente ele teve queimadura de 2º grau”, disse a mãe, Fabiana Evangelista Ferreira.

Ela relata que após dar entrada no Hospital Materno Infantil de Gurupi´, sexta-feira, 11,  a criança teria sido medicada com remédio para dor e quando o médico aplicou um antibiótico a criança deu uma parada cardíaca. A mãe reclama ainda sobre a falta de UTI Infantil no hospital.

 “Eles passaram uma pomada na mão e aplicaram no soro uma injeção anti-inflamatória e deu uma parada cardíaca nele e ele ficou 10 minutos com o coração parado e depois conseguiram reanima-lo e quando foi hoje ele passou o dia quase todo dando parada cardíaca e eles com UTI bem aqui e não tiveram coragem de colocar o meu filho por que só tinha adulta”, relata a mãe.

Em seguida criança teve uma sequência de parada cardíaca e, diante a gravidade e por falta de UTI Infantil no hospital, a Sesau chegou a encaminhar para Gurupi uma ambulância com UTI, mas devido a gravidade teve que encaminhar, manhã deste sábado, 12, uma UTI aérea.

“Fomos até o aeroporto com ele e quando foi para colocá-lo no avião ele deu novamente uma parada cardíaca e voltarmos (para o Hospital) e quando chegou ele deu outra parada cardíaca e quando eu cheguei eles falaram que o meu filho estava morto”, disse Fabiana.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saude informou que a criança foi recebida no Hospital com queimaduras de segundo grau e que a direção do hospital vai apurar o caso.

“Assim que deu entrada no hospital foi prontamente assistida pela equipe plantonista. Contudo, diante da reclamação da família a Direção vai apurar o caso para obter maiores esclarecimentos. A criança  teve queimadura de segundo grau na mão e antebraço esquerdo”, diz a nota.

Informou ainda que “Assim que deu entrada no hospital foi prontamente assistida pela equipe plantonista. E diante da reclamação da família a Direção vai apurar o caso para obter maiores esclarecimentos”.

A Sesau não informou sobre a falta de UTI infantil no Hospital e os motivos que a criança não foi atendida na UTI adulta.

Segue baixo áudio da entrevista com a mãe: 

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *