COVID-19 | Estudantes do último período do curso de medicina da UnirG conseguem na justiça antecipação na colação de grau - Atitude Tocantins
COVID-19 | Estudantes do último período do curso de medicina da UnirG conseguem na justiça antecipação na colação de grau
Cidades Destaques Educação Gurupi (TO) Notícias Saúde Unirg Vestibular

COVID-19 | Estudantes do último período do curso de medicina da UnirG conseguem na justiça antecipação na colação de grau

Cinco acadêmicos alegaram que estão no último período do curso de medicina na UnirG com previsão de colação de grau no mês maio e que já concluíram a carga horária de 7.200 horas preconizada pelo Ministério da Educação. “Esta situação da pandemia do coronavírus e ao estado de calamidade há uma grande demanda de médicos”, disse a estudante de medicina Ana Carolina Cordeiro Ribeiro.

por Wesley Silas

O Juiz de Direito, Nelson Rodrigues da Silva  julgou procedente a ação de obrigação de fazer com pedido de antecipação de tutela. No despacho o magistrado considerou que os acadêmico cumpriram 8.205 horas e garantiu aos mesmo a colação de grau antecipada para poderem se inscrever no CRM e efetuar a inscrição no programa Mais Médicos.

“Registro que já encontrando os requerentes próximos a colação de grau, fato aliado à grave situação que atravessa o país no combate ao coronavírus, é caso de abrir uma exceção para a colação antecipada de grau, possibilitando a eles a participação no Programa Mais Médicos”,  determinou o juiz.

“Estamos dispostos a estarmos na linha de frente”

A formanda, Ana Carolina Cordeiro Ribeiro, destacou que ela e seus colegas já concluíram carga horaria de 8.205, enquanto o MEC preconiza 7.200 horas.

“Nós cumprimos a carga horária determinada pelo MEC e devido toda esta situação da pandemia do coronavírus e ao estado de calamidade há uma grande demanda de médicos, principalmente médicos jovens que estão de fora do grupo de risco e estamos dispostos a estarmos na linha de frente e de ajudar toda população, diante disse precisamos entrar na justiça”, disse.

Antes da ajuizar a ação ela disse que chegou a procurar o prefeito de Gurupi, Laurez Moreira que sensibilizou com a inciativa, mas foram barrados pela direção da UnirG.

“Entramos em contato com o prefeito Laurez e ele tentou nos ajudar, mas a direção da UnirG foi contra e não aceitou e formos obrigado a entrar no âmbito judicial e graças a Deus o juiz deferiu. Agora a gente só está esperando a direção da UnirG entrar em contato conosco e assim que recebermos o certificado de conclusão de curso, no outro dia esteremos trabalhando para ajudar a população”, disse.

A Reitoria da Universidade de Gurupi – UnirG, Sara Falcão de Souza, afirmou ao Portal Atitude que irá cumprir a determinação judicial. “Fomos intimados agora cedo e iremos cumprir a decisão judicial”, garantiu a reitora Sara.

Confira aqui a íntegra da sentença 

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *