Covid-19 em 18/03 | Em Gurupi há três casos suspeitos e muitas fake News que prejudicam comerciante e advogado - Atitude Tocantins
Covid-19 em 18/03 | Em Gurupi há três casos suspeitos e muitas fake News que prejudicam comerciante e advogado
Notícias

Covid-19 em 18/03 | Em Gurupi há três casos suspeitos e muitas fake News que prejudicam comerciante e advogado

Gurupi encerra mais um dia com muitas notificas falsas nas redes sociais e confusão envolvendo pânico e correria a Supermercados, postagem equivocada sobre comitiva de italianos em hotel de Gurupi, atribuição falsa a advogado e alarmes falsos envolvendo pessoas consideradas suspeitas de terem coronavírus. “Seria bom deixar claro que meu exame foi feito ontem e só sai em 10 dias”, explicou um professora universitária após veiculação de postagens e áudio falso sobre o resultado do seu exame.

por Wesley Silas

Em meio as incertezas sobre o dimensionamento que terá o coronavírus no Tocantins e nas principais cidades como Gurupi, considerada como a principal força econômica e de capacidade em atendimento na saúde pública na região Sul do Tocantins, a cidade mostrou nesta quarta-feira, 18, que não está preparada para enfrentar a pandemia do coronavírus. Desorientados, moradores correram aos supermercados para estocar comida, enquanto nas redes sociais as Fake News sobre os três casos suspeitos era de enlouquecer pessoas desinformadas.

Uma das vítimas de notícias falas foi o ex-presidente da Fundação UnirG, professor Sávio Barbalho, que teve o seu nome envolvido numa nota confusa indicando que ele  como positivo para o coronavírus (Covid-19), no caso envolvendo a Conselheira Federal da OAB-TO, Kellen Pedreira, primeiro confirmado positivo do novo coronavírus no Estado.

“A nota é da Conselheira Federal de Palmas, Kellen Pedreira, e está nas redes sociais dela que integra a OAB do Tocantins. Elas estiveram em um congresso de mulheres em Fortaleza (CE) , onde foi só mulheres em um ônibus do Tocantins. Eu não tive nenhum contato com elas e uma professora colocou o meu nome e se equivocou”, disse o professor Sávio. Ele afirmou que a última viagem que ele fez para fora do Tocantins aconteceu em janeiro.

Casos suspeitos em Gurupi

Por telefone, a reportagem do Portal Atitude ouviu duas das três mulheres suspeitas com coronavírus em Gurupi. A primeira esteve em São Paulo entre os dias 08 e 14 de março em um congresso e, após chegar em Gurupi, foi avisada por algumas pessoas que estavam com ela no evento que os exames deram positivos para coronavírus (Covid-19). Ela encontra-se isolada em sua residência com os sintomas da doença e garante que não teve contato com nenhuma pessoa em Gurupi. Outra duas,  são advogadas que tiveram na III Conferência Nacional da Mulher Advogada em Fortaleza (CE) realizada entre os dias 05 e 06 de março, no qual teve entre as participantes uma profissional com coronavírus. Uma das advogadas de Gurupi é a professora universitária Drª Veronica Disconzi que teve sua imagem ao lado do seu filho exposta nas redes sociais com postagem maldosas indicando AFIRMAÇÕES FALSAS para o Covid-19.

“Estou em quarentena, mas meus sintomas, aparentemente, são de bronquite que tenho desde criança. Seria bom deixar claro que meu exame foi feito ontem e só sai em 10 dias. As pessoas já estão me ligando como se o meu resultado positivo”, disse a professora na tarde desta quarta-feira, 18.

Ela afirmou que assim que receber o resultado fará questão de anunciar. “Assim que sair o resultado eu avisarei, pois vou querer deixar todos informados dos fatos. Sendo negativo para que se acalmem ou sendo positivo para que aqueles que tiveram contato comigo tenham os sintomas façam o teste”, disse.

Fake | Grupo de Italianos em Hotel de Gurupi

O Veneza Plaza Hotel, é um dos mais conhecido e tradicional hotel de Gurupi e uma NOTÍCIA FALSA sobre hospedagem de um grupo de Italianos preocupou a direção do hotel, devido as pessoas ligarem o fato do recorde de mortes naquele País, que teve alta de morte em 19% entre ontem para esta quarta-feira, onde 475 pessoas morreram, elevando o total de casos no país para 2.978; motivos que apavorou as pessoas que leram e compartilharam as POSTAGENS FALSAS.

Segundo o hotel NÃO HÁ NENHUM GRUPO DE ITALIANOS HOSPEDADO, conforme foi publicado nas redes sociais.

Segundo o hotel a confusão envolve um cliente Italiano que mora em Gurupi há alguns anos que frequenta a restaurante o seu e há meses não retorna para Itália.

“Ele mora em Gurupi. Nunca se hospedou no hotel. É cliente do bar. Há meses não vai para a Itália. Ele é e sempre será muito bem tratado, assim como todos os clientes que adentram em nosso estabelecimento”, informou o Hotel por meio de uma nota.

Disse ainda que as pessoas devem ter cuidado com as publicação, pois podem gerar pânico na sociedade e prejuízos para o comércio.

“Estamos vivendo um momento crítico para o comércio. Fake news só pioram a situação. Aproveitamos para informar que estamos com cuidados redobrados na assepsia do local, assim como disponibilizando álcool em gel, água e sabão para nossos clientes”, informou.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *