Confira o guia para declarar seu imóvel corretamente no imposto de renda em Salvador - Atitude Tocantins
Confira o guia para declarar seu imóvel corretamente no imposto de renda em Salvador
Brasil Destaques

Confira o guia para declarar seu imóvel corretamente no imposto de renda em Salvador

Em relação aos meios de capitalização dos estados do Brasil, muitos atribuem à tributação seu principal canal arrecadatório, fruto de transações fomentadas pelo consumo e que, obviamente, intensificam-se ou não de acordo com as variações da economia. Portanto, enganam-se aqueles que consideram os consumidores, os únicos privilegiados em virtude de um enriquecimento, afinal, a iniciativa pública também é contemplada pelo seu poder de compra.

E, quando lidamos com a possibilidade de compra de imóveis à  venda em Salvador, costumamos esquecer as questões burocráticas, visto que a satisfação tende a superar quaisquer que sejam os sentimentos presentes no momento da aquisição. E nem poderia ser diferente, tendo em vista que a concretização do sonho da casa própria é algo que, em determinado momento da vida do consumidor, já foi tratado como utopia, haja vista a dificuldade que as classes C e D têm em promover saltos sociais que venham a contribuir na sua qualidade de vida.

O imposto de renda e sua tributação nos imóveis

Dado o nosso interesse, nos atentamos aos custos atrelados a um possível financiamento, assim como IPTU e outras despesas relacionadas à infraestrutura daquele apartamento em Salvador. Entretanto, há um período do ano no qual devemos direcionar nossas atenções, já que o consumidor também exerce o papel de contribuinte. Em meados de abril, o Imposto de Renda, considerado o imposto mais conhecido do país, costuma ser declarado.

Essa forma de tributação, cujo percentual sobre a sua renda anual é a base utilizada para que o valor seja estabelecido, consiste em uma importante fonte de receita do governo federal. Por meio da declaração de bens, venda, compra, doação e etc, o contribuinte atualiza o estado acerca das negociações efetuadas ao longo do ano.

Contudo, em meio à obrigação de declarar seu imóvel no imposto de renda, surgem inúmeras dúvidas na cabeça do contribuinte, uma vez que o processo é reconhecidamente complexo. Em função disso, discorreremos sobre o tema e, visando esclarecer ao consumidor acerca da importância de declarar seu imóvel adequadamente no Imposto de Renda, mencionaremos situações distintas de como promover a declaração desses bens.

Você tem noção de como se declara um imóvel no IR?

Diante de uma propriedade de bens contando com um valor que supera os R$300 mil, torna-se compulsória a declaração do imóvel. Por isso, caso não queira arcar com esse imposto, busque por casas à venda em Salvador com um valor inferior ao citado. Há códigos específicos para cada modelo de imóvel, sendo o 11 para apartamentos, 12 para casas, 13 para terrenos e 15 para salas ou conjuntos.

O vendedor do imóvel, por sua vez, deve ter seu nome constado na “Discriminação” do imposto, cuja forma de pagamento e CNPJ ou CPF também deverão se fazer presentes. Desde data de aquisição, número de matrícula, número de cartório, até área e inscrição municipal, esse campo do Imposto de Renda deverá ser rigorosamente preenchido.

No caso de se tratar de um financiamento, você deverá indicar os valores pagos que somente corresponderem ao ano que o imposto está sendo cobrado. Agora, se você vender seu único imóvel por valor igual ou inferior a R$440 mil, negociar um imóvel adquirido até 1969 e, por fim, vender um imóvel no Brasil cujo valor será revertido em outro imóvel em até 6 meses, você será contemplado com a isenção do Imposto de Renda.

Na medida que exercemos nosso papel de consumidor, temos que considerar os prós e os contras que compreendem o negócio. Os benefícios, responsáveis por promover o bem-estar e oferecer soluções em seu cotidiano, são os agentes motivadores da aquisição, cujo impacto visa ser causado no momento que antecede a compra, de forma que o consumidor se sinta instigado pela mercadoria. Contudo, se é que podem ser tratados por contras, os produtos e serviços ofertados contém valores monetários, isto é, requerem uma compensação financeira para que se tornem propriedade de demanda interessada.

O preço, cuja apresentação é realizada ao consumidor anteriormente à sua aquisição, destina-se à oferta, uma vez que a oferta investiu no produto ou serviço por meio de matéria prima, mão de obra, ou em compras de um fornecedor. No entanto, existe um percentual definido para quase toda compra que é revertido em tributação, ou seja, caracterizam-se como impostos. Através dessas tributações, o estado pode expandir seu capital, movimentando montantes que, na perspectiva ideal, são direcionados em investimentos em prol do bem-estar do cidadão, beneficiando-o no final do processo.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *