Concurso da PM é cancelado após constatação de fraude - Atitude Tocantins
Concurso da PM é cancelado após constatação de fraude
Destaques Estado Notícias

Concurso da PM é cancelado após constatação de fraude

Concurso da PM é cancelado após constatação de fraude
Avalie esse post

A Polícia Militar do Tocantins declara através de coletiva em Palmas nesta terça-feira,16, o cancelamento do concurso da PM, por isso o contrato com a Assessoria em Organização em Concursos Públicos Ltda. (AOCP Concursos Públicos) será anulado, após ser constatado o descumprimento de cláusulas e quebra de sigilo por parte da empresa.

por Jesica Maldonado – Atitude To

De acordo com o tenente coronel Honorato de Melo membro da comissão, esclarece que nada pode ser aproveitado e haverá nossa seleção de empresa e assim um novo edital será aberto. O tenente também deixou claro que aqueles candidatos que ultrapassaram o limite de idade conforme edital não poderão se inscrever para o próximo concurso.

Cerca de 86 mil pessoas se inscreveram, já aqueles que realizaram a prova a PM informou que após rescisão de contrato com a empresa o dinheiro será devolvido aos candidatos.

 

Após a conclusão das investigações por parte do Ministério Público Estadual, foi recomendado ao Governo do Estado cancelar o Concurso da PM, sendo a recomendação um processo administrativo.

Cerca de 86 mil pessoas se inscreveram, já aqueles que realizaram a prova a PM Foto- Letícia Queiroz G1 Tocantins

O secretário estadual de comunicação, João Francisco Aguiar Neto deixou claro que houve falhas graves “não é uma decisão do governo em cancelar e sim uma decisão de investigação que detectou falhas graves, então seria uma irresponsabilidade manter. Nós estamos falando da Polícia Militar, se a pessoa teve coragem de roubar, mentir e abrir o envelope, imagina uma pessoa dessas com uma arma na mão e vestida com farda”.

Entenda

 Mil vagas foram oferecidas no concurso da PM, o mesmo foi realizado em março 2018 e cerca de 86mil pessoas se inscreveram no concurso. 70 mil pessoas fizeram a prova em 17 cidades. O concurso é composto por 5 etapas, entre elas a avaliação de capacidade física, psicológica, médica e odontológica e investigação social. O concurso foi cancelado devido a quebra de sigilo da prova e após investigação cerca de 35 pessoas foram investigadas pela suposta participação na fraude.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *