Comandante da PM nega retirada do CIOE de Gurupi - Atitude Tocantins
Comandante da PM nega retirada do CIOE de Gurupi
Destaques Polícia Política

Comandante da PM nega retirada do CIOE de Gurupi

Comandante da PM nega retirada do CIOE de Gurupi
Avalie esse post

O coronel, Glauber de Oliveira Santos, garantiu ao Portal Atitude que não existe possibilidade do fechamento da Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE) em Gurupi – composta pelo COE, GIRO e GOC.

“Não existe esta possibilidade, até porque, nós temos um convênio com o Governo Federal para criar um quartel da CIOE aqui em Gurupi e um objeto deste convênio é justamente para ser mantido a especializada aqui em Gurupi. Para a gente dá efeito a este convênio jamais devemos pensar nesta possibilidade de retirar o policiamento da CIOE de Gurupi”, disse o comandante da Polícia Militar.

Turma do GIRO

"Logo-logo, nós vamos abrir um outro concurso interno do Giro", disse o coronel. (Foto: Wesley Silas)
“Logo-logo, nós vamos abrir um outro concurso interno do Giro”, disse o coronel. (Foto: Wesley Silas)

O comandante adiantou ainda que até o meio deste ano será ampliado o serviço do GIRO em Gurupi, Palmas e Araguaína.

“Pelo contrário, nós estamos investindo neste momento a nível de Estado em polícia especializada, inclusive nós estamos fazendo até um curso de Cinotecnia – que é emprego de cães e, logo-logo, nós vamos abrir um outro concurso interno do Giro e a ideia é, justamente, ao contrário”, disse o coronel ao negar mais uma vez a possibilidade do fechamento do CIOE.

Aumento efetivo Gurupi

O coronel falou ainda sobre uma recomendação do Ministério Público para que seja destinado oito viaturas para Gurupi e 50 policiais.

“Todos nós estamos preocupados com a segurança pública do Estado do Tocantins e Segurança Pública é um sistema que compreende não só a Polícia Militar. Então, é necessário que os outros órgãos que compõem a Segurança Pública e que vem da sociedade, passa pela família, pelas polícias Civil, Federal, Rodoviária, Militar e não é só a PM que compõe está estrutura da Segurança Pública do País. Nós recebemos até com um certo conforto porque a Polícia Militar é o único órgão que atende os 139 municípios 24horas por dia e não fecha às 18h como a maioria dos órgãos que tem. Estamos com uma comissão de redistribuição do efetivo da Política Militar, mas é necessário que todos os órgãos cooperem e façam a sua parte porque segurança pública não é só composta pela PM”, justificou o coronel.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *