BRK Ambiental mostra ao Procon e Defensoria Pública de Gurupi como funciona os hidrômetros  - Atitude Tocantins
BRK Ambiental mostra ao Procon e Defensoria Pública de Gurupi como funciona os hidrômetros 
Cidades Destaques Gurupi (TO) Notícias

BRK Ambiental mostra ao Procon e Defensoria Pública de Gurupi como funciona os hidrômetros 

BRK Ambiental mostra ao Procon e Defensoria Pública de Gurupi como funciona os hidrômetros 
Avalie esse post

Em visita realizada à unidade ontem, representantes dos órgãos puderam conhecer funcionamento dos equipamentos e tirar dúvidas com equipe técnica. A amostra foi feita em um hidrômetro escolhido pela concessionária; mas, poderia ter sido levado pelos próprios órgãos, com amostragem retirada da residência de um determinado consumidor que teria se sentido lesado.

por Redação

Segundo a BRK Ambiental a mostra teve o objetivo de levar informações aos órgãos de fiscalização sobre o funcionamento dos hidrômetros de Gurupi, depois que consumidores reclamaram ao Portal Atitude e aos órgão de fiscalização de aumentos de mais de 100% na tarifa após substituição de hidrômetros. 

Na tentativa de convencer sobre a eficácia de seus equipamentos, a BRK convidou, na quarta-feira (20/11), representantes da Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (PROCON) e da Defensoria Pública para conhecer como funciona o hidrômetro da concessionária. A concessionária de água e esgoto de Gurupi explica que o hidrômetro é o equipamento que apura o consumo de água dos imóveis e é indispensável para o consumo consciente de água e para a preservação do meio ambiente, já que permite verificar exatamente quanto está sendo consumido. Nele há um contador que registra a quantidade de água que entra pelas tubulações.

Sobe as reclamações de consumidores de ar nas tubulações são contabilizadas na contas do usuário, conforme já foi mostrado em algumas  reportagens no Portal Atitude (leia aqui).

A concessionária defendeu a tese de que dependendo do período de uso e das condições de conservação, o equipamento se desgasta, então é preciso realizar a troca. Disse ainda que todos os hidrômetros são certificados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO), que recomenda a troca desse equipamento a cada cinco anos, em razão do tempo de vida útil do aparelho. Na visita à BRK Ambiental, as equipes do Procon e da Defensoria Pública de Gurupi puderam conhecer dois modelos de hidrômetros, o antigo e o novo equipamento, e verificar que ambos funcionam da mesma forma.

“Fatores como recebimento de visitas no imóvel e vazamentos nas instalações hidráulicas internas podem causar aumento do consumo de água e elevação do valor da fatura. A troca de hidrômetros, por si só, não ocasiona alterações expressivas na conta”, explica o engenheiro da BRK Ambiental em Gurupi, Álem Felipe. Ele observa, ainda, que a substituição do equipamento não gera custos adicionais aos clientes, seja referente ao novo medidor, cavalete ou recuperação de calçadas.

A BRK Ambiental informou que está disponível 24h para responder as dúvidas dos clientes sobre esse assunto, por meio do telefone 0800 6440 195 ou pelo site www.brkambiental.com.br.

 

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *