Araguaína registra primeiras mortes por covid-19 nesta terça-feira - Atitude Tocantins
Araguaína registra primeiras mortes por covid-19 nesta terça-feira
Araguaina Cidades Destaques Notícias Saúde

Araguaína registra primeiras mortes por covid-19 nesta terça-feira

Dois homens, de 79 e 83 anos, foram as duas vítimas da doença na cidade. Eles sofriam de comorbidades, entre elas hipertensão, e estavam internados em unidade de tratamento intensivo (UTI). Ao todo, a cidade contabiliza 351 casos, 76 recuperados, 394 suspeitos e 1.205 descartados.

Por Redação

A Secretaria Municipal da Saúde de Araguaína registrou as duas primeiras mortes por covid-19 nesta terça-feira, 12, na cidade: dois idosos, de 79 e 83 anos. Os homens sofriam de comorbidades, entre elas hipertensão, e estavam internados em unidade de tratamento intensivo (UTI). O prefeito Ronaldo Dimas lamenta as perdas e reforça o isolamento social na cidade.

“Recebemos com grande pesar a notícia das mortes de dois moradores de Araguaína. Reiteramos nossa solidariedade aos familiares neste momento de dor. Reforçamos que as medidas de isolamento sejam seguidas para evitarmos que os casos avancem para as pessoas mais vulneráveis à doença”, lamentou Dimas.

Os idosos foram internados em estado já avançado da doença no Hospital Dom Orione. A Secretaria da Saúde alerta que as pessoas evitem viagens e sair apenas para o essencial, fazendo com que o número de casos se estabilize e não venha a ter mais casos graves na cidade.

Consciência coletiva

Desde o dia 5 de maio, entrou em vigor em Araguaína o Decreto Municipal nº 223, com medidas ainda mais restritivas para manter o isolamento social. “Alguns querem, como todos nós, o fim da pandemia. Só que não querem colaborar para isso. Sem a colaboração de todos, poderemos ter sérios problemas na rede hospitalar.”, alertou à época o prefeito.

Em levantamentos realizados pela Secretaria Municipal da Saúde, os jovens são os mais infectados pela doença na cidade, chegando a 90% das confirmações. As festas em chácaras e residências envolvendo jovens tiveram registros crescentes de denúncias em Araguaína.

Como medida mais rígida para contenção do avanço da covid-19 entre esse público, o prefeito Ronaldo Dimas tornou proibido o consumo de bebida alcoólica por meio do Decreto Municipal nº 222, de 28 de abril.

Ainda segundo o decreto, aglomerações com mais de oito pessoas ficaram proibidas, excluídos os moradores, em qualquer propriedade.

Boletim epidemiológico

O boletim dessa segunda-feira, 11, traz mais 41 casos positivos de covid-19 na cidade. A Secretaria Municipal da Saúde de Araguaína registrou as duas primeiras mortes por covid-19 nesta terça-feira, 12, na cidade: dois idosos, de 79 e 83 anos. Os homens sofriam de comorbidades, entre elas hipertensão, e estavam internados em unidade de tratamento intensivo (UTI). O prefeito Ronaldo Dimas lamenta as perdas e reforça o isolamento social na cidade.

“Recebemos com grande pesar a notícia das mortes de dois moradores de Araguaína. Reiteramos nossa solidariedade aos familiares neste momento de dor. Reforçamos que as medidas de isolamento sejam seguidas para evitarmos que os casos avancem para as pessoas mais vulneráveis à doença”, lamentou Dimas.

Os idosos foram internados em estado já avançado da doença no Hospital Dom Orione. A Secretaria da Saúde alerta que as pessoas evitem viagens e sair apenas para o essencial, fazendo com que o número de casos se estabilize e não venha a ter mais casos graves na cidade.

Consciência coletiva

Desde o dia 5 de maio, entrou em vigor em Araguaína o Decreto Municipal nº 223, com medidas ainda mais restritivas para manter o isolamento social. “Alguns querem, como todos nós, o fim da pandemia. Só que não querem colaborar para isso. Sem a colaboração de todos, poderemos ter sérios problemas na rede hospitalar.”, alertou à época o prefeito.

Em levantamentos realizados pela Secretaria Municipal da Saúde, os jovens são os mais infectados pela doença na cidade, chegando a 90% das confirmações. As festas em chácaras e residências envolvendo jovens tiveram registros crescentes de denúncias em Araguaína.

Como medida mais rígida para contenção do avanço da covid-19 entre esse público, o prefeito Ronaldo Dimas tornou proibido o consumo de bebida alcoólica por meio do Decreto Municipal nº 222, de 28 de abril.

Ainda segundo o decreto, aglomerações com mais de oito pessoas ficaram proibidas, excluídos os moradores, em qualquer propriedade.

Boletim epidemiológico
O boletim dessa segunda-feira, 11, traz mais 41 casos positivos de covid-19 na cidade. Ao todo, a cidade contabiliza 351 casos, 76 recuperados, 394 suspeitos e 1.205 descartados.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *