Acusados de matar fotógrafo Claudio Frascari durante assalto em Gurupi são condenados a 28 anos de prisão - Atitude Tocantins
Acusados de matar fotógrafo Claudio Frascari durante assalto em Gurupi são condenados a 28 anos de prisão
Destaques Notícias Polícia

Acusados de matar fotógrafo Claudio Frascari durante assalto em Gurupi são condenados a 28 anos de prisão

João Fiel Neto e Nuryanne Stefhany Correia foram condenados, nesta segunda-feira (5/3), pela morte do fotógrafo Cláudio Roberto Frascari, durante assalto a uma loja de roupas na cidade de Gurupi, em agosto de 2016.

por Redação


Conforme a sentença, os réus cometeram mais de um crime durante a ação. Ao todo, foram seis atos de roubo contra as vítimas que se encontravam no local durante a abordagem; além do crime de latrocínio contra o fotógrafo, baleado durante a ação criminosa. Para cada um dos réus a pena ficou estabelecida em 28 anos, quatro meses e 24 dias de reclusão, em regime fechado; além do pagamento de 31 dias-multa.

Cláudio Frascari foi morto no fim da tarde do primeiro dia de agosto de 2016.

Entenda

O crime aconteceu no fim da tarde do primeiro dia de agosto de 2016, um casal teria entrado em uma loja do centro de Gurupi, se passando por clientes, chegaram a experimentar roupas antes de anunciar o assalto. Cláudio entrou na loja quando o crime já acontecia. O fotógrafo foi atingido por um tiro nas costas e morreu na hora, o casal fugiu em um carro preto, o mesmo veículo que foi apreendido durante a prisão de João Fiel em Minas Gerais.

Dosimetria

Com base no artigo 157, § 3º do Código Penal, que estabelece a pena para casos de roubo com uso de violência resultante em lesão corporal grave, a juíza Mirian Alves Dourado condenou os réus a 20 anos de reclusão e 10 dias-multa.

 

Já com base no § 2º, I e II, do mesmo artigo, a magistrada definiu pena de oito anos, quatro meses e 24 dias de reclusão e pagamento de 21 dias-multa pelo fato do crime ter ocorrido contra seis pessoas ao todo.

João Fiel e Nurianne Stefhany

“Tendo em vista a regra do concurso material de crimes, prevista no art. 69, caput do CP, somam as penas (artigo 157, § 3º (parte final) + art. 157, § 2º, incisos I e II, por seis vezes na forma do art. 70, todos do CP) em 28 (vinte e oito) anos 04 (quatro) meses e 24 (vinte e quatro) dias de reclusão e ao pagamento de 31 (trinta e um) dias-multa”, estabeleceu a juíza da 1ª Vara Criminal de Gurupi.

Confira aqui a sentença.

Deixe Sua Opinião Ela é Importante Para Nós

Tags

Sobre o Autor

Atitude Tocantins

Ao desenvolvermos as seções de Agronegócio, Cidades, Opinião, Social, Cultura, Educação e Esporte, Meio Ambiente e Política procuramos atender a necessidade do público em ser informado sobre os acontecimentos locais, regionais ou próximos à comunidade.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *